Biografia

Enlevo e confiança no herói

Todo mundo precisa de um herói na vida. Eu tenho um. Está quase sempre longe, mas toda vez que preciso dele, vem voando. Não usa capa, mas asas. Ou eu uso as minhas lembranças para tê-lo ao meu lado.

Por causa dele tive muito medo algumas vezes. Porque o vi ainda frágil, linguagem em formação, moleira mole, ossos ainda se consolidando e eu não sabia quanto tempo ainda levaria para ele ter força suficiente para andar sozinho, entender o mundo e reagir se ameaçado. Quando o pequenino que me fazia correr atrás dele – ele se divertindo e eu morrendo de medo de que se machucasse – faria sozinho o seu rumo?

Dele dizem muita coisa boa, da sua inteligência, da sua cortesia, da sua coragem. Eu me lembro muito do sorriso. É um sorriso inteiro, eu diria.

Ele já foi um sonho, foi um feto, foi um bebê, foi uma criança, adolescente e hoje é um homem jovem, quase dono do próprio nariz. E ainda o tenho na conta de menino.

Quanto a mim, cada dia mais velho, já não corro atrás dele, brincando ou protegendo-o, e sim já começo a buscar proteção em sua força, o seu gênio resoluto. Quando penso nele sorrio largo e algumas vezes vejo minha “machice” tornar-se líquida e me correr pelo rosto. Sou um homem apaixonado por outro homem, cujo amor me protege; sou dependente de sua alegria para manter as minhas esperanças. Um homem que é meu filho, dono do meu nome e do meu orgulho. Meu herói. O primeiro dos meus tesouros.

Anúncios

9 respostas »

    • Não sei do texto, mas sei da sua sensibilidade. Escrevi sobre um amigo por lembrar de todos ( e você foi, é e sempre será uma das mais especiais e caras), escrevi sobre a saudade (que aperta) da minha filha – uma saudade que ao mesmo tempo me entristece e me aquece o coração – e sobre a enorme dependência que tenho da alegria do meu filhão, o herói em que deposito as minhas apostas.

      Fico feliz por saber que você visita meus blogs. Grato, sempre, inclsuive porque muito do acúmulo de felicidade que me ajuda a ficar em pé teve a sua contribuição.

      Boa gravidez, boa campanha, bons partos. Beijos nos amores.

      Curtir

  1. Não fica bem ao elogiado comentar sobre os elogios. Corre o risco de soar mal-agradecido, ou pior convicto de que os elogios lhe pertencem. Contudo, vou arriscar duas palavrinhas aqui. É reciproco. Não fui preciso somente com duas palavras… Digo, a reciprocidade não pode ser dar em uma relação entre pai e filho, o amor e o apreço se dá aqui de um modo complementar, mudando de frequência em um e outro dependendo da fase da vida. É inconteste que amo meu pai, mas não era sobre isso que queria falar. É reciproca a consideração de que o outro da relação é um herói. O mais incrível é que agora, eu acho que ele é ainda mais meu herói do que quando eu era um garoto e coletava votos. Somente quando passamos a conhecer as vicissitudes da vida adulta, os sacrifícios e feitos heróicos dos pais entram em contexto e nos é permitido compreendê-los. Você sim é um herói, eu sou apenas um herdeiro. Agora chega de rasgação de seda em público né, e não me faça fazer isso de novo!

    Curtir

  2. Giorlando, meu Rei,
    fiquei emocionado com seu depoimento e com a sua arte de envolver-nos na trama do seu enredo. Ouvindo-o falar do “seu tesouro”, lembrei-me de imediato do meu. Sem dúvidas, os filhos são nossos tesouros e inspiração para seguir sempre em frente realimentando e ressignificando os nossos sonhos.
    Parabéns.

    Curtir

    • Amigo-irmão Neylon: imensa alegria ler seu comentário, saber que você veio ao blog e que meu texto remeteu-o à lembrança daquele seu tesouro. Sei do quanto ele lhe é valioso porque vi o brilho nos seus olhos e o tamanho do seu sorriso quando se refere a ela, sua filha. Que Deus nos permita ter tempo e força para ajudá-los a crescer e a vencer, como estamos vencendo. Um abraço forte.

      Curtir

  3. Que legal! Eu preciso, nós precisamos, as famílias precisam, a sociedade precisa…enfim, o mundo precisa de demonstrações de afeto e carinho, fato tão raro nos dias de hoje é bom ser e fazer parte dessa família…
    Beijão no coração de todos… Deus vos abençoe!!!!!!

    Curtir

    • Oi, minha irmã querida e meu cunhado muito legal: bom “ver” vocês por aqui. O mundo é complicado, cheio de armadilhas e de armadores de armadilha, nossa salvação é o amor dos que nos amam e a fé que depositamos no amor que temos por eles. Meus filhos (e a mãe deles) – presentes maravilhosos de Deus – são meu porto seguro e minha alegria. Aumenta a minha felicidade o fato de ter uma família maravilhosa (incluindo vocês) ainda que distante, referência de cuidado e amizade. Beijos em todos.

      Curtir

  4. Giorlando,
    Esse Blog é pra ser escrito com “B” maiúsculo, é uma reflexão das mais geniais da internet, quem lê, percebe que existe uma tradição de lealdade e respeito pelos valores que realmente importam para que amizades limpas e verdadeiras sejam eternamente preservadas. Esse é o Giorlando que eu sempre conheci. Um leal amigo. Que Deus continue lhe abençoando com essa riqueza de talentos.
    Um abração do sempre amigo,
    Zezinho.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s