A Primavera e a árvore que sabia contar até quatro

A Primavera, vendo a árvore daquele jeito, achou tão estranho. Lhe pareceu que ela não a reconheceu. “Só pode estar bêbada”, pensou com seus botões de flores. “Como não reconhecer que já cheguei e, ainda estar assim, totalmente nua?”. Então, suave como um sopro primaveril,…

Leia Mais A Primavera e a árvore que sabia contar até quatro