Anúncios
Bahia Conquista Pesquisa de Opinião Pública Política Baiana Política e Governos

Avaliação do governo Dilma afunda em Conquista e de Rui Costa derrapa do regular ao ruim

A pesquisa feita pelo instituto Bahia Pesquisa e Estatística – Babesp, de Salvador, mostra que a população de Vitória da Conquista repete o sentimento do brasileiro em relação ao governo Dilma, ao tempo em que apresenta um cenário de decepção quanto ao desempenho do governo estadual. O governador Rui Costa é considerado apenas regular, com muito mais gente achando que o governo dele é ruim ou péssimo do que bom ou ótimo. Já a presidente Dilma Rousseff tem em Conquista, segundo o Babesp, um dos piores índices do País.

Avaliação da presidente Dilma em Conquista foi pior que a nacional. (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)
Avaliação da presidente Dilma em Conquista foi pior que a nacional. (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)

O levantamento, feito nos dias 9, 10 e 11 de setembro mostra que apenas 0,2% da população considera a administração da presidente ótimo e 3% acham boa. São 31,7% os que acham ruim e 44,3% os que acham o governo Dilma péssimo, uma reprovação de 76%. Acham a administração da presidente regular 20,7% da população. O percentual de quem não soube opinar ficou em 0,2%.

Avaliação de Rui é regular. Muita gente não tem opinião sobre o seu governo. (Foto: Manu Dias/GovBA)
Avaliação de Rui é regular. Muita gente não tem opinião sobre o seu governo. (Foto: Manu Dias/GovBA)

Já a administração de Rui Costa foi considerada ótima por 0,5% e boa por 5,7%, somente 6,2% no total. Os que responderam ruim e péssimo chegam a 20,5%; 16% e 4,5%, respectivamente. A maioria acha que o governo é regular: 55,8%. Não souberam responder: 17,5%.  A administração de Rui Costa ainda é uma incógnita para muita gente: teve o maior número de entrevistados que não souberam responder, entre os três governos avaliados.

Comparando com o governo Guilherme Menezes: enquanto Rui ficou com 6,2% de bom e ótimo, a administração municipal teve 10,8%. Rui obteve 20,5% de ruim e péssimo e Guilherme chegou a 38%.

O “REGULAR” COMO ARGUMENTO

Assessorias de imprensa e departamentos de marketing de governos mal avaliados costumam somar aos números das pesquisas de opinião pública o percentual dos entrevistados que respondem que o governo é regular. A tática até consegue aliviar frustrações internas e convencer parte da população que tem acesso aos dados. Mas pode ser um erro. Quando se avalia uma administração o que se quer saber é se as pessoas a aprovam ou não a aprovam, variando de bom para ótimo e de ruim para péssimo, os dois campos.

Quem acha ruim, mas ainda tem alguma esperança de melhora ou alguma simpatia pelo governante, crava um regular na resposta. Quem não acha bom, mas também não quer “exagerar”, opta pelo regular. Ou seja, no fim dá no mesmo: quem acha regular é, via de regra, quem não acha bom ou quem acha ruim. Pronto. Quem aprova, aprova e diz que aprova. Não dá para achar que regular é bom. Regular pode ser o caminho da queda. É preciso comparar a evolução, pesquisa a pesquisa.

O governador Rui Costa está à frente de um governo sem dinheiro, mas cheio de boa vontade e alinhado com a ética. Vai precisar ser mais presente, em termos pessoais e de realizações, se quiser melhorar o modo como a população o vê e ajudar o PT na árdua batalha eleitoral do ano que vem.

Quanto à presidente Dilma Rousseff, ela acredita que o PMDB a salvará.

Fac-smíle do relatório das pesquisas:

Imagem (351) Imagem (352)

Anúncios

0 comentário em “Avaliação do governo Dilma afunda em Conquista e de Rui Costa derrapa do regular ao ruim

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: