Anúncios

Enquanto oposição faz reuniões internas Guilherme realiza agenda de visibilidade

Em um animado encontro de confraternização do grupo de discussões políticas no whatsapp Uma Nova Conquista, que reúne jornalistas e políticos de vários partidos, variando do PTC ao PCdoB, passando por PSDB e PT, o assunto não poderia ser outro: política. Entre goles de cerveja e a degustação de uma deliciosa calabresa apimentada, no Bar do Vei, localizado na Urbis I, os convivas comentaram sobre os passos do PT, que tenta se aprumar para fazer o sucessor do prefeito Guilherme Menezes e já cinco nomes de pré-candidatos e também sobre o estágio na oposição.

IMG-20151218-WA0031[1]
Parte do Grupo “Uma Nova Conquista” de discussões políticas no Whatsapp
Presentes à confraternização, o coordenador do Grupo Independente, Romilson de Souza Filho, e o vice-presidente do PSDB, Ivan Cordeiro, explicaram ao BLOG que os partidos estão em uma fase de análises internas, para definir qual a estratégia para enfrentar o PT e os demais partidos da ameaçada de extinção Frente Conquista Popular. Por isso não têm gerado fatos e pouco se fala da oposição na imprensa, enquanto o PT local gera fato atrás de fato. Um mais surpreendente do que o outro, como a manutenção do nome de Odir Freire como o indicado do grupo guilhermista ao debate interno do partido e, ontem, a inscrição de dois nomes da tendência Reencantar, José Raimundo e Waldenor Pereira, para enfrentar o candidato de Guilherme e ainda o dirigente do MST Márcio Matos e o professor universitário Marcelo Neves.

A movimentação – e a falta dela – da política conquistense mostra que a oposição depende cada vez mais de Herzem Gusmão, pré-candidato do PMDB, que aparece à frente das pesquisas. No exercício do mandato de deputado estadual, com uma oposição firme e produtiva ao governo Rui Costa, Herzem é o único que tem criado fatos que o destacam e o colocam ainda mais à frente dos seus parceiros de oposição. Para se consolidar como o adversário do PT para as eleições de 2016, Herzem precisa assegurar ou resgatar a confiança de alguns dos parceiros partidários com que marchou em 2014. Se não, não é improvável que a oposição saia com três candidatos – um do PSDB, que pode ser Onildo Filho ou Gutemberg Macedo, um do DEM, Marcelo Melo, e o próprio Herzem. Isso se algum franco-atirador não conseguir uma legenda e se lançar para atrapalhar ainda mais o projeto dos oposicionistas.

Enquanto isso o prefeito Guilherme Menezes, que já mostrou a sia disposição de não entregar o cetro de comando a José Raimundo, Waldenor ou à oposição, traça uma agenda de visibilidade e de fortalecimento do projeto junto aos cargos de confiança da Prefeitura e militantes do PT que lhe são simpáticos – e não são poucos. A agenda de Guilherme inclui reuniões, como uma que ocorre neste momento no salão paroquial da Igreja de Nossa Senhora dos Candeias, em que relembra a trajetória desses 19 anos de administração, reafirma a importância de defender a presidente Dilma Rousseff (e Lula) e reforça as qualidades do grupo, sem abrir mão de enaltecer, mesmo indiretamente, os valores de quadros partidários e da administração, como Odir Freire.

Além das reuniões ampliadas, o prefeito, sempre com Odir Freire ao lado, programa uma maratona de inaugurações e assinaturas de ordens de serviço. Hoje ele esteve na Escola Municipal Iza Medeiros, no bairro Patagônia, para a autorizar o início da construção de uma creche tipo para 120 alunos. Na segunda-feira, estão previstas três novas assinaturas de ordem de serviço, no gabinete do prefeito. Uma para a construção de uma quadra esportiva no povoado de São Joaquim, outra para a construção de uma quadra poliesportiva coberta e com vestiário no bairro Vila Serrana e a terceira para início da regularização fundiária no bairro Henriqueta Prates, que deve beneficiar mais de 500 famílias.

Nos últimos dois meses Guilherme entregou unidades de saúde, escolas e o Creas Central, reformados e ampliados e guarda, depois de dois adiamentos, a grande inauguração da zona urbana: o Centro de Artes e Esportes Unificados – CEU, um equipamento grandioso, construído na Praça Virgílio Figueira, no bairro Alto Maron. Com área de 3 mil m2 , o CEU conta com espaço esportivo, além de biblioteca, telecentro e cineteatro. Em termos de visibilidade, mais importante que o CEU, que a administração insiste em chamar pelo nome antigo (Praça Ceus), só a avenida perimetral.

20151204_175157[1]
Guilherme inaugura Creas Central (dia 5 de dezembro)
Anúncios

2 thoughts on “Enquanto oposição faz reuniões internas Guilherme realiza agenda de visibilidade

  1. O Prefeito Guilherme Menezes passa quatro anos sem dar as caras e na época das eleições aparece, ele sabe que o bando de otários conquistense vai votar no grupo dele mesmo, eu gostaria de vê-lo no bairro onde eu moro URBIS 5, um bairro de 32 anos de idade abandonado às traças, até a Associação de moradores é de cupinchas do PT.

    1. Obrigado pela visita e pelo comentário, João. Espero que administração municipal volte seu olhar para a Urbis 5 e programe com a comunidade o que deve ser atendido.
      Abraço.

Comente

%d blogueiros gostam disto: