Campeonato Baiano

Técnico reclama da arbitragem, mas foi o Vitória da Conquista que perdeu a chance de vencer o Vitória

O time do Vitória da Conquista teve  mais chances, perdeu um pênalti e poderia ter vencido o Vitória, no Mário Pessoa, em Ilhéus, ontem à noite.  Tatu deu muito trabalho, teve muitas chances, fez o gol do empate, perdeu outros e ainda cobrou o pênalti na trave, mas o técnico Evandro Guimarães se queixou foi do juiz. Pelo que se viu do desempenho do árbitro Jailson Macedo Freitas o treinador do Bode tem alguma razão, mas seu protesto foi tão contundente que ficou parecendo, para quem ouviu sua entrevista às emissoras locais, foi culpa do juiz de o Vitória da Conquista não ter trazido a vitória e o primeiro lugar no grupo 2.

Mas, a verdade é que se Tatu e companhia tivessem convertido apenas mais uma das três ou quatro chances que tiveram, o árbitro poderia ter sido esquecido. De qualquer modo, o Vitória da Conquista começa mais uma campanha invicta. Dois jogos, dois empates. O próximo jogo do Baianão será contra o Bahia de Feira, em Feira de Santana, no dia 21. Antes, jogará com o Ceará, pela Copa do Nordeste (dia 14) e com o Sampaio Correia (MA), no dia 17. A estreia em casa, no Lomanto Júnior, acontece dia 25, em partida contra o Flamengo do Piauí.

Evandro Guimarães

Evandro Guimarães, técnico do Vitória da Conquista

Do protesto do treinador do Bode pelo menos uma coisa ele tem que rever: disse que o árbitro Jailson Macedo “amarelou” todo o time do Vitória da Conquista e poupou o Vitória, quando o jogo teve três cartões amarelos para o Vitória da Conquista e dois para o Vitória. Não aconteceu como Evandro Guimarães narrou. Leia abaixo transcrição da entrevista do treinador, conforme publicado no Blog do Anderson:

“Não entendo porque a Federação Bahiana [FBF – Federação Bahiana de Futebol] escala um árbitro de Salvador para apitar um jogo que tem envolvido um clube da capital. Isso me dá muita tristeza e faz até a gente pensar em mexer com futebol. Isso infelizmente machuca muito a gente, deixa a gente chateado. Ele amarelou nossa equipe todinha e poupou os jogadores do Vitória”, disparou. Guimarães, que é um desportista sereno, fez um desabafo que merece reflexão pelos dirigentes do futebol na Bahia. “Infelizmente nós estamos convivendo com isso e nós estamos muito calados e não podemos calar. Esse árbitro não tem capacidade para o Campeonato Baiano, infelizmente. É uma pessoa que não se pode falar com ele, é arrogante, pensa que é o dono do jogo. Ele poderia tranquilamente ficar no Carnaval de Salvador para poder fazer o showzinho dele, não o que ele veio fazer aqui”, completou.

jogo

Foto: José Nasal | Ag. A TARDE

FICHA DO JOGO:

Gols: Tatu (Vitória da Conquista) | Marinho (Vitória)

Cartão Amarelo: Rafael Granja, Tatu, Artur (Vitória da Conquista) / Ramon, Diego Renan (Vitória)

Vitória da Conquista: Carlos; Artur, Silvio, Leandro e Thiago; Maicon, Edimar, Diego Aragão e Kleber (Rayllan); Rafael Granja e Tatu. Técnico: Evandro Guimarães

Vitória: Fernando Miguel; Maicon Silva (Euller), Ramon, Vinícius e Diego Renan; Amaral, Willian Farias, Tiago Real (David) e Alípio (William Henrique); Marinho e Vander. Técnico: Vagner Mancini

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s