Anúncios
Administração Pública Prefeitura de Vitória da Conquista Saúde Saúde Pública Vitória da Conquista

Conquista: casos suspeitos de Zika vírus já chegam a quase metade de todo o ano passado

DSC_0306-2
Com a presença de Eva Chiavon autoridades participaram do mutirão Zika Zero. (Foto: Blog do Anderson)

Vitória da Conquista ainda tem um dos índices mais baixos de infestação domiciliar pelo mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, do Chikungunya e do Zika vírus, que tem assustado o mundo todo e, com a explosão do número de casos confirmados, levou a Organização Mundial da Saúde a considerar uma epidemia mundial. No município, ainda não foi registrado nenhum caso de bebê que tenha nascido com microcefalia, a malformação cerebral que, segundos estudos recentes, tem como uma de suas causas o Zika vírus. Mesmo assim, o número de casos neste começo de ano já é quase metade dos registros do ano pasasdo todo, por isso, a prefeitura tem intensificado as atividades preventivas.

No sábado, 13, agentes comunitários de saúde e de endemias, ao lado de líderes comunitários e autoridades, participaram do lançamento da campanha Zika Zero, em um mutirão que reúne as Forças Armadas e os governos federal, estaduais e municipais. Em Vitória da Conquista o lançamento teve duas atividades – um mutirão no bairro Ibirapuera e uma reunião com prefeitos da região, com a presença da secretária Executiva do Gabinete Civil da Presidência da República, Eva Chiavon. As ações de prevenção e combate ao Aedes aegypti já vinham sendo feitas antes da campanha do governo federal, tendo com o próprio prefeito Guilherme Menezes à frente.

Guilherme dá exemplo e se engaja pessoalmente

SC1_0847
Na zona rural, Guilherme fala dos riscos dos criadouros domésticos do mosquito. (Foto: Secom/PMVC)

A presença do prefeito em atividades de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypiti, causador da Dengue, da Chikungunya e do Zika vírus, no entanto, não se restringiu ao evento de sábado, com a presença de Eva Chiavon. Guilherme tem participado de reuniões na zona rural e falado, na condição de médico e de prefeito, sobre os cuidados que as pessoas devem tomar para evitar que o mosquito nasça e espalhe o vírus do Zika, por exemplo, que é Acompanhado da secretária de Saúde, Márcia Viviane de Araújo, o prefeito esteve nos distritos e Iguá e Bate-Pé e chamou a atenção dos moradores para o risco de o mosquito estar sendo criado pelo morador sem saber. “É preciso ter todo cuidado, por 100% dos criadouros estão dentro de casa e nos quintais”.

Segundo a secretaria muncipal de Comunicação, desde o início de janeiro deste ano, dez bairros de Vitória da Conquista já foram visitados. As equipes de combate às endemias fazem cerca de 30 visitas por dia a locais denunciados por suspeita de focos de doenças, além de cumprir o cronograma de visitas já planejadas. Mensalmente, são visitados 182 pontos estratégicos, entre os quais se incluem cemitérios, borracharias e ferros-velhos. O mais recente índice municipal de infestação do mosquito, aferido em dezembro do ano passado, é de 2,4%.

NÚMEROS DO AEDES AEGYPTI (ATÉ O DIA 13 FEVEREIRO)
1. Nível de infestação do mosquito Aedes aegypti no município/cidade: 2,4% (levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti – Liraa) de dezembro de 2015)

2. Casos em 2016 *

Dengue: 545 suspeitas
Chikungunya: 1 suspeita
Zika: 12 suspeitas

3. Casos em 2015

Dengue: 600 suspeitas
Chikungunya: 2 suspeitas
Zika: 33 suspeitas

Casos confirmados em 2015

Dengue: 362 casos
Chikungunya e Zika: nenhum.

* – A Secretaria de Comunicação da PMVC não informou se houve casos de dengue confirmados no município.

Anúncios

0 comentário em “Conquista: casos suspeitos de Zika vírus já chegam a quase metade de todo o ano passado

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: