Herzem diz que o PT acabou e que unidade dos partidos de oposição será anunciada em breve

Posted on quinta-feira, 24 março 2016

0


unnamed (1)

A imprensa da capital trouxe a notícia que Bruno Reis, titular da Secretaria de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza da Prefeitura de Salvador, deve ser o candidato a vice do prefeito ACM Neto nas eleições de outubro. Bruno Reis é muito próximo de Neto e foi o vencedor uma “disputa” que tinha ainda a atual vice, Célia Sacramento (PPL), Luiz Carrera (PV), Sylvio Pinheiro (Superintende da Sucom), Guilherme Bellintani (PPS) e até Paulo Souto (DEM).

Para ser candidato a vice-prefeito Reis, que é deputado estadual (PMDB), terá que deixar a secretaria da qual é titular. Na Assembleia a sua vaga está sendo ocupada pelo radialista conquistense e pré-candidato a prefeito de Conquista, Herzem Gusmão. Saindo da prefeitura e reassumindo o mandato de deputado, Reis desaloja Herzem. Mas, não será em abril, como divulgado, mas maio, que o dia 2 de junho, que é o prazo de desincompatibilização para secretários municipais que concorrerão aos cargos de prefeito e vice-prefeito – quatro meses.

Mesmo assim, Herzem disse ao BLOG que só saberá se vai continuar ou não no mandato em maio. Perguntado se ele se referia à opção de Bruno Reis não reassumir ou é a expectativa de que decisão judicial que lhe dê, em definitivo, o mandato, retirando-o do deputado petista Marcelino Galo, em razão de recontagem de votos. De qualquer forma, Herzem Gusmão está disposto a dar um ritmo ainda maior à sua movimentação de pré-campanha, se tiver de deixar a cadeira na Assembleia Legislativa. O peemedebista está à frente em todas as pesquisas de intenção de votos e seus seguidores acreditam em sua vitória na eleição para prefeito. Se o sonho for frustrado mais uma vez, Herzem conta ainda com a vitória da chapa Neto-Bruno em Salvador para que ele assuma o mandato de deputado estadual de forma definitiva.

O BLOG quis saber de Herzem Gusmão qual a sua avaliação da decisão do diretório municipal do PT escolher o também deputado José Raimundo Fontes como pré-candidato único e se a definição do nome de José Raimundo tornava a disputa mais dura ou mais fácil. Herzem foi taxativo: “Não cabe a mim escolher adversários. O PT acabou!“. Ele também reafirmou a sua confiança na unidade dos partidos de oposição ao prefeito Guilherme Menezes, com o objetivo de tentar vencer a eleição ainda no primeiro turno: “A unidade das oposições será anunciada em breve. As lideranças da oposição trabalham em defesa da unidade em toda Bahia“.