Última propaganda do governo municipal de Conquista tem “pegada” eleitoral

Posted on terça-feira, 28 junho 2016

0


ConquistaAs prefeituras de todo o país só têm até o dia 1º de julho, próxima quinta-feira, para fazer publicidade  de atos, programas, obras, serviços e campanhas da administração direta ou indireta, segundo a lei eleitoral. O prazo curto leva as administrações municipais a intensificar anúncios de obras e realizações nesses últimos de junho. É o caso da Prefeitura de Vitória da Conquista, que começou esta semana uma campanha com cinco comerciais de resgate de suas ações e obras, considerando não apenas os últimos quatro anos, mas o conjunto do trabalho nos 20 anos de gestões do PT.

O BLOG viu uma dessas peças na TV Sudoeste e na página da PMVC no Facebook.

A propaganda, de 1 minuto de duração, só está sendo veiculada em emissoras de TV e no Facebook. Rádios, outdoor, sites/blogs, jornais e revistas ficaram de fora, por falta de dinheiro, segundo a Secretaria de Comunicação. Este ano as prefeituras tiveram dificuldade para administrar a verba de propaganda por conta da mudança na legislação feita pelos congressistas nas chamada reforma política. Antes da mudança, as administrações podiam gastar com propaganda no ano da eleição o equivalente à média do investimento feito nos três anos anteriores ou o que gastou no ano anterior, o que fosse menor. Pela nova lei as prefeituras tinham que se virar com a média do que foi gasto nos primeiros semestres dos três anos anteriores. Como, em regra, gasta-se pouco com publicidade institucional nos primeiros meses do ano, as secretarias de comunicação e agências tiveram pouca verba para gastar entre janeiro e junho deste ano.

O comercial que o BLOG assistiu na TV e que está na página do Facebook da prefeitura tem a seguinte mensagem: “Sabe o que faz de Conquista uma cidade diferente e que avança cada vez mais? A força do seu povo e as ações de uma prefeitura que trabalha para melhorar a vida dos conquistenses. Primeira da Bahia em saneamento básico e com mais de 700 quilômetros de ruas pavimentadas, Conquista construiu novas vias e avenidas que estão trazendo mais desenvolvimento e qualidade de vida. Uma cidade que se tornou um polo educacional e segue melhorando e ampliando a educação também na zona rural. Que acolhe as crianças especiais e oferece uma alimentação escolar nutritiva e de qualidade. Que cuida dos jovens mais carentes e que investe constantemente na melhoria da saúde. Afinal, uma cidade referência é aquela que cuida bem da sua gente. Conquista segue em frente. E não pode parar”.

A peça não tem números, valoriza cenas de pessoas usando equipamentos ou serviços públicos, ao invés das imagens de obras físicas. Possivelmente a ideia dos criadores tenha sido levar o telespectador a uma reflexão, em um exercício de memória e reconhecimento não forçado.

É um comercial de oportunidade, que não estaria no ar se não fosse a necessidade de “reforço da imagem” da administração, com vínculo direto com o período eleitoral. Se fosse em outro período não haveria a propaganda, que deixa um sinal claro de suas intenções na frase final da assinatura: “Conquista não pode parar”, muita usada como slogan político.

Mas, o que interessa é que é uma propaganda honesta. Pelo menos no comercial mencionado, a Prefeitura de Vitória da Conquista não fez como outras administrações, que se apropria de obras e feitos de outras esferas de governo – ou mesmo da iniciativa privada – como obras suas. O prefeito de Itabuna, por exemplo, coloca a assinatura dele no Minha Casa, Minha Vida, que, todos sabemos, não tem absolutamente um centavo de recursos municipais.

Para ver o comercial, clique no link: https://www.facebook.com/pmvconquista/videos/1032087520178815/