José Raimundo colhe subsídios para o programa de governo com pessoal da Secretaria de Desenvolvimento Social

Posted on sexta-feira, 22 julho 2016

0


O pré-candidato do PT à Prefeitura de Vitória da Conquista, deputado estadual José Raimundo Fontes realizou na noite de ontem mais uma reunião do Programa de Governo Participativo, no auditório do Rotary Club de Vitória da Conquista. Foi a sétima plenária e teve a participação de técnicos e servidores da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SEMDES) e convidados, representando entidades, conselhos, sindicatos e movimentos sociais. Além de Zé Raimundo, participaram do debate sobre direitos humanos e desenvolvimento social o secretário estadual Geraldo Reis, a titular da SEMDES, Kátia Silene, o secretário de Governo Edwaldo Alves e o presidente do diretório municipal do PT, Rudival Maturano.

Para Geraldo Reis, a temática dos direitos humanos deve estar ao lado dos grandes temas nacionais, sempre dialogando com a comunidade.Segundo, Geraldo, “a assistência social sempre foi uma forte componente da história política desse município nos últimos 20 anos. Mas a temática dos direitos humanos e a incorporação de novas pautas não apenas de forma periférica, mas como um dos eixos centrais de um programa de um governo municipal, isto de fato é uma novidade enquanto uma política estruturante”.

DSC_0372Um dos participantes da plenária, Antônio Oliveira destacou o Família Acolhedora, programa municipal em que cidadãos acolhem temporariamente em seu convívio crianças e adolescentes afastados de suas famílias por decisão do Juizado da Infância e Juventude. Antônio destacou como positivas também as políticas públicas voltadas ao público LGBT, propondo que sejam ampliadas. Todas as propostas foram registradas e farão parte do Programa de Governo do pré-candidato a prefeito de Vitória da Conquista, Zé Raimundo, que destacou que a qualidade das reivindicações vem mudando, porque com os avanços, surgem novos desafios.

DSC_3388“Precisamos acelerar uma sociedade mais justa, mais igualitária, mais fraterna, com novos problemas”, afirmou o pré-candidato petista. Para ele, “as periferias apartadas, não há mais uma convivência, uma integração dos espaços. Por isso é importante discutir o Minha Casa, Minha Vida, os programas sociais, a plástica da cidade, as avenidas, as obras de infraestrutura tem muito a ver com o sentimento de pertencimento da cidade. As ciclovias, os equipamentos para mobilidade urbana, para pessoas com deficiência, para os idosos… Esse novo cenário dos direitos humanos é desafiador e é preciso debater quais são as estruturas de governo que podem viabilizar mudanças na vida das pessoas”.

Com a reunião de ontem no Rotary Club, já são sete plenárias, que já ocorreram em localidades como Bate Pé, Cercadinho, José Gonçalves, Pradoso e Inhobim.

 

 

Com texto de Indhira Almeida
Fotos: Indhira Almeida e Vinicius Brito