Bandeira de Conquista na página da prefeitura gera debate e mostra que a campanha não acabou

Posted on quinta-feira, 3 novembro 2016

0


 

bandeira-de-conquista

Foto de capa da página oficial da prefeitura no Facebook tem a bandeira de Vitória da Conquista

Nesta quinta-feira, as mais de 44.660 pessoas que seguem a Prefeitura de Vitória da Conquista no Facebook foram avisadas que a instituição fizera a troca de sua foto de capa. Ficaram sabendo também que a página voltaria a ser atualizada, depois de passado o período eleitoral. Foi o suficiente para que surgisse um debate muito parecido com a guerra que tomou as redes sociais durante a campanha, principalmente no segundo turno, incluindo a sua carga de ódio e intolerância. Chocou logo de cara o segundo comentário, feito por uma moça de nome Nay. À foto da bandeira de Vitória da Conquista ela reagiu com a expressão “Lixo”.

Antes da moça que considerou a bandeira conquistense um lixo, um internauta já havia aproveitado a oportunidade para demonstrar o entusiasmo com o resultado da eleição: “As esperanças se renovam”. Foi a senha para a ressurreição do debate que esquentou a eleição. Veio um “amém”, rebatido por um sensato: “Só o tempo dirá meu caro, só o tempo! Kkkk”, ao que a moça que xingou a bandeira completou: “Quatro anos e muito tempo”, acrescentando dois emojis de choro ( ).

A postagem com a bandeira rendeu centenas de comentários, incluindo as respostas específicas a cada um. A certa altura à moça que despejou a raiva da eleição na bandeira juntou-se o sorridente Liverson, agora com exclamação: “Lixo!”. Desta vez, a defesa de Conquista coube a Mikael, que disse a Liverson que ele deveria ir embora se não gosta da cidade. “Tem que ir de uma vez. Não ficar indo e voltando, já que odeia tanto”. Rindo, como na foto de perfil, Liverson disse que voltou porque não teve opção. E “kkkk”.

Dava para ver que algumas pessoas não entendiam que a postagem tinha sido feita pela Secretaria de Comunicação da atual administração, cujo prefeito ainda é Guilherme Menezes. Uns reagiam como se a postagem fosse da responsabilidade do prefeito eleito. Demonstravam não saber que a posse só se dará em janeiro. Um dos que sinalizaram não entender que a mudança ainda não se deu foi Iran: “Sai a Bandeira vermelha e entra a Oficial!!!”. Por isso, Jaqueline elogiou a bandeira e deu a explicação à qual nem todos prestaram atenção: “Linda bandeira. E só para os desavisados: o novo gestor só toma posse em 1 de janeiro. E nossa cidade é soberana”.

Sobre a bandeira aparecer na página neste dia, Erick Chaves tentou explicar, mas colocou mais um pouco de água na fervura que começava: “Prefeitura acaba de publicar pela primeira vez após um tempo… Tava ocupada com a campanha de Zé, né? Mas agora as coisas vão mudar”. Marlene respondeu que “vai mudar pra pior”. Juliana concordou: “Vão (mudar) sim colega! Mas o que ninguém sabe é se é pra melhor. Eu acho que é pra pior!! Espero que esteja errada!! Mas vamos lá!!!”.

Vannaide foi outra que procurou ajudar a entender a tal da bandeira na página de Facebook da prefeitura: “Acredito que essa publicação da bandeira de Vitória da Conquista está na capa da página da Prefeitura, pois no dia 9 de novembro comemora-se o aniversário da cidade. E independente de qual candidato ganhou o pleito ela não mudará e nem ficará mais bonita ou mais feia, ela sempre será assim…” Já Fábio Júnior ufanou-se: “Bandeira Linda!” e Zélia, provavelmente de fora da cidade, quis saber: “Essa é a bandeira de Conquista?”.

Elimar quis encerrar o assunto: “Apenas uma bandeira, poderia ser totalmente branca, para acalmar os ânimos!”, mas o tema ainda renderia muita paixão. Reações dos dois lados, dos que perderam a eleição e dos que ganharam. Não faltaram xingamentos, palavras de ordem, ataques de lado a lado, mas também deixaram palavras de apoio ao prefeito que vai sair e ao que vai entrar, sem ofensas, e muita declaração de amor por Vitória da Conquista. Predominantemente declarações de amor pela cidade. Dá para ver que a maioria das pessoas tem orgulho de Conquista e a defendem. Mesmo os que acham que era mesmo a hora de derrotar o PT ou os que não acreditam no eleito do PMDB, o conquistense briga é por Conquista.

Juliana, por exemplo, parabenizou a cidade e falou do seu orgulho de ser conquistense e da sua torcida por um bom governo de Herzem Gusmão: “Parabéns conquista. Me orgulho muito de ser conquistense. E agora com mais orgulho ainda pela nova gestão municipal com Herzem Gusmão nosso querido prefeito eleito pelo povo”. Por sua vez, Wilde disse que “Guilherme, transformou nossa cidade” e Belina parabenizou Guilherme e Zé Raimundo por terem feito um “ótimo trabalho e afirmou que espera que o novo prefeito “cumpra pelo um terço do que prometeu”.

Enfim, porque este texto já está chegando a uma lauda e meia, os comentários na postagem na página da prefeitura são reflexos de uma campanha que ainda vai demorar para ser esquecida, seja pela forma como foi conduzida pelos dois lados, seja por causa da paixão que a tomou, muito por reflexo do cenário político nacional, muito por um acirramento que vem crescendo desde 2008, quando Herzem disputou a primeira eleição de prefeito contra Guilherme Menezes e se estabeleceu na cidade uma divisão que se alargou e quase se transforma em uma vala catastrófica durante a campanha deste ano.

Os comentários ainda estão na página. Qualquer um pode ver, por isso os nomes usados aqui são reais. O BLOG encera com a fala de Eunice da Silva (com uma pequena e atrevida edição) por considerar que, agora, ou é isso ou é isso: “Sou conquistense com muito orgulho. Faz um tempo que saí da minha cidade querida. Mas vamos deixar o novo prefeito assumir primeiro, aí dar um tempo para que ele possa provar o que ele. Julgar ele agora não adianta nada, vamos dar um voto de confiança pra ele mesmo mostrar e fazer o que tem que ser feito. Ninguém sabe como o atual prefeito vai deixar as contas da prefeitura. Falar, xingar e achar que esse prefeito eleito não vai fazer nada, se ele nem mesmo assumiu a prefeitura… Por favor, vamos ser mais confiante, povo lindo, Conquista merece. Vocês não acham?.