Viação Vitória está em dia com itens de segurança e falha em apenas dois pontos, segundo prefeitura

Posted on sexta-feira, 18 novembro 2016

0


A secretaria de Comunicação (SECOM) da Prefeitura de Vitória da Conquista enviou nota ao BLOG, respondendo solicitação de informação quanto à situação da Viação Vitória, uma das concessionárias do transporte público (veja matéria sobre isso aqui). Na nota, a SECOM diz que as empresas de ônibus que operam em Vitória da Conquista passam por, no mínimo, duas vistorias anuais e que a Viação Vitória, que tem a qualidade do serviço questionada por usuários e vereadores, “cumpre todos os itens de segurança e falha nos itens degrau adicional móvel e letreiro digital traseiro”.

Em maio deste ano, em sessão da Câmara de Vereadores, o titular da secretaria de Mobilidade Urbana (SEMOB), responsável pelo transporte coletivo urbano e da zona rural, disse que as fiscalizações acontecem “ostensiva e ativamente, gerando notificações, autuações e aplicação de multas”. A caducidade do contrato chegou a ser mencionada se a empresa continuasse a descumprir as exigências. Para saber qual o desdobramento das fiscalizações e medidas jurídicas adotadas pela prefeitura, enviamos à SECOM perguntas complementares:

Sobre a situação geral, incluindo o pagamento de  multas, outorga e outros, a Vitória está regular? Todos os seus ônibus circulam normalmente? A empresa cumpriu a exigência quanto à idade da frota? E o emplacamento?

A nota enviada ao BLOG também menciona a greve que feita por funcionários da Viação Vitória, segundo o sindicato por falta de pagamento dos salários. A prefeitura diz que a situação está sendo acompanhada e que o sindicato e a empresa serão notificados pela paralisação, para “evitar que ocorram novas paralisações”. Segundo o documento da prefeitura, a Vitória está operando com apenas 30% da frota, mas não diz qual medida foi tomada para suprir as linhas sem ônibus. Na última vez que os funcionários da empresa pararam a SEMOB determinou que ônibus da Cidade Verde fizessem as rotas prejudicadas.

20161118_1509041