Advogados esclarecem que cliente não participou de assassinato de jovem em Inhobim

Posted on quarta-feira, 25 janeiro 2017

1


No dia 10 deste mês, o BLOG recebeu da Polícia Civil um boletim com a sinopse da investigação que teria chegado a dois homens acusados de matar o jovem Bruno Dias do Santos, no dia 17 de dezembro do ano passado, no distrito de Inhobim, município de Vitória da Conquista. Segundo a Delegacia de Homicídios, o principal acusado, Cristian Ramos dos Santos, confessou o crime na presença do advogado e apontou Diego Ferreira dos Santos Silva como partícipe na ocultação do cadáver. A nota publicada informava que os dois mencionados haviam sido presos.

Hoje, os advogados de Diego entraram em contato com o jornalista Giorlando Lima, dizendo que a informação  está incorreta, que seu cliente “jamais esteve preso por envolvimento com tal homicídio” e que foi intimado a comparecer à delegacia, foi ouvido e dispensado no mesmo dia. O advogado Rodolfo Mascarenhas Leão solicitou ao BLOG reparos na notícia veiculada no dia 10 de janeiro, a fim de preservar o cliente, que estaria sendo ameaçado de morte sem ter, segundo ele, qualquer relação com o crime que comoveu Inhobim.

Em mensagem por WhatsApp, o advogado sugere uma retratação do BLOG, posto que seu cliente não foi preso e sequer conduzido, mas  apenas intimado para depor. “Não há indiciamento nem ,  tampouco remessa de eventual inquérito concluso à justiça”.

A notícia foi divulgada pelo BLOG com base em informação da Polícia Civil, tendo sido publicada junto a sinopse enviada pela Delegacia de Homicídios. Entretanto, considerando o esclarecimento dos advogados Rodolfo Mascarenhas e José Pinto, que atendem a Diego Ferreira, em posicionamento que o BLOG entende legítima, publicamos esta nova nota, tendo refeito a matéria original (leia aqui), com correção do equívoco apontado. Também foram excluídas as réplicas da divulgação no Facebook.