Ações Governamentais

Percentual de cargos em comissão no governo Herzem Gusmão está entre 70% e 81%. Prefeito falava que seriam 40%

Durante a campanha eleitoral – e durante a transição – o prefeito Herzem Gusmão afirmou que reduziria drasticamente o número de secretarias e cargos em comissão. Em entrevistas depois de eleito Herzem quantificou as metas: seriam mantidas, no máximo, 12 secretarias e haveria um corte de 50% a 60% nos cargos nomeados (assessores, diretores, coordenadores e gerentes). Até esta sexta-feira, 27, já haviam sido nomeadas 186 pessoas e isso passa – e muito a previsão feita. Como até agora ninguém da equipe de governo soube dizer qual a base de cálculo para definir o percentual das nomeações, o BLOG usará três referências: o organograma divulgado pela Secretaria da Transparência e publicado no site oficial da prefeitura; o Anexo VII da Lei 1.760 que dispõe sobre os quadros de cargos em comissão e funções de confiança e o limite nomeado pela administração passada, 267 cargos.

Baseado no cronograma oficial conhecido, os 186 nomeados representam 74,70% do total dos 249 cargos em comissão ali relacionados. Se o cálculo for sobre o Anexo VII da Lei 1.760 o percentual passa de 80% (81,22%). Se a referência for o número máximo de pessoas nomeadas em um período pelo prefeito Guilherme Menezes, 267 pessoas, o percentual alcança quase 70% (69,70%).

Desde que Herzem assumiu, no dia 1º de janeiro, já foram disponibilizadas dezoito edições digitais do Diário Oficial do Município (DOM) com atos oficiais do novo governo e do governo anterior (contratos, em especial, que dependiam de publicação para adquirirem legalidade). O DOM número 1.785 foi o primeiro da atual gestão e trouxe as nomeações dos secretários municipais, do presidente da Emurc e dos aliados de primeira hora.

Aquela primeira edição, trouxe 38 nomes do total de 186 cargos em comissão nomeados até agora. A segunda leva, a maior de todas, veio no diário seguinte, quando o prefeito preencheu 41 cargos, de segundo e terceiro escalões. Na edição de ontem (quinta-feira, 26) do Diário Oficial saiu apenas uma nomeação, a exemplo da edição 1802, do dia 25, que trouxe a nomeação de Roberta Ferreira de Miranda Silva, que foi assessora informal de Herzem na Assembleia Legislativa e depois secretária adjunta da Juventude no governo Temer (junho de 2016 a janeiro de 2017).

equipe-herzem

Herzem reunido no gabinete com secretariado.

Número de secretarias mantidas chegará a 13

Os cargos contabilizados não incluem as nomeações para a Emurc e para a Fundação Esaú Matos. Além das nomeações, o prefeito Herzem Gusmão também assinou decretos definindo atribuições especiais a alguns secretários (como Paulo Williams, responsável pelas medidas de adequação das despesas com pessoal à Lei de Responsabilidade Fiscal) e definindo quem acumula as pastas para as quais o prefeito decidiu não nomear titulares. Estas ficarão ligadas a outras secretarias até que a reforma administrativa seja aprovada na Câmara de Vereadores, que volta a funcionar no dia 1º de fevereiro.

marcos-ze-antonio-e-marivone

Marcos Ferreira, José Antônio e Marivone respondem por outras funções, além das secretarias do Gabinete Civil, Infraestrutura e Finanças, respectivamente.

O secretário do Gabinete Civil, Marcos Ferreira, foi nomeado para responder, cumulativamente, pela secretaria de Transparência e Controle Interno; o secretário de Infraestrutura, José Antonio Viera, para responder também pela secretaria de Mobilidade Urbana e a secretária de Finanças, Marivone Batista, para responder pela Inspetoria Geral de Rendas.

Herzem Gusmão nomeou titulares para 12 (ou 70,6%) das 17 secretarias que funcionavam na administração anterior (Administração, Agricultura, Cultura, Desenvolvimento Social, Educação, Finanças, Gabinete Civil, Infraestrutura, Procuradoria, Saúde, Serviços Públicos e Trabalho e Renda), além dos dirigentes da Emurc e da Fundação Municipal Esaú Matos. Até o final do mês o prefeito nomeia o secretário de Comunicação. Até esta data, Herzem não oficializou quem responde pelas secretarias do Meio Ambiente e de Governo, ainda não extintas, embora tenha anunciado que as duas ficam no Gabinete Civil, com Marcos Ferreira.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s