Vereadores Rodrigo e Adinilson ficam na oposição mas contestam Jacaré, e Bibia, finalmente, é líder

Posted on terça-feira, 7 fevereiro 2017

0


adinilson-rodrigo-e-bibia

Adinilson e Rodrigo ainda se dizem oposição e Bibia é o líder da situação.

O vereador Rodrigo Moreira (PP) ligou para mim hoje pela manhã para dizer que ele continua na oposição, que não deixou a bancada. Rodrigo foi colocado pelo BLOG, em artigo publicado ontem, na lista dos indefinidos, sem identificação de bancada. Isso em razão de ele ter declarado a um blog da cidade – e pessoalmente a mim – que havia informado ao presidente da Câmara, Hermínio Oliveira, de que no exercício do mandato teria posição independente, ainda que se mantivesse como parte do grupo oposicionista. Segundo Rodrigo, ele apenas não seguirá a liderança do vereador Fernando Vasconcelos, o Jacaré (PT), líder da bancada de oposição, mas que ainda se alinha com o bloco. “Só vou ouvir e dialogar com o vice-líder, Valdemir Oliveira (PT)”, afirmou Moreira no telefonema.

A contrariedade de Rodrigo tem a mesma razão da do vereador Adinilson Pereira (PSB), que também explicou ao BLOG, por mensagem de voz via WhatsApp, que continua na bancada contrária, mas fazendo uma oposição responsável, apoiando aquilo que o prefeito propuser de bom para o município. Como Rodrigo, o vereador do PSB não quis assinar a representação que a bancada liderada por Fernando Vasconcelos (a quem chama apenas de Vasconcelos) pretendia entrar no MP contra o aumento na passagem do transporte coletivo. Segundo Adinilson e Rodrigo Moreira, não houve discussão para a elaboração do documento [que ainda não foi entregue ao MP].

fernando-jacare

De dez vereadores da bancada que lidera, Jacaré tem dificuldade de diálogo com pelo menos três.

“Eu disse ao vereador Vasconcelos que só assinaria [a representação] depois de uma conversa, depois de uma discussão. Como que ia assinar um documento sem discussão, sem um planejamento? Só assinaria depois de uma discussão da Câmara sobre isso”, explicou Adinilson. Sobre seu posicionamento político na Câmara ele disse:

“Quando o prefeito, o Executivo, estiver trabalhando pelo bem da comunidade, pelo bem da nossa sociedade, do nosso povo, aí sim, o vereador é situação. Quando tiver algo que está ruim para nossa cidade, para o povo, aí, claro que temos que ser oposição”. O parlamentar declarou que a sua postura foi conversada com o presidente do partido, José Carlos Oliveira.

Celeuma resolvida

A celeuma envolvendo as lideranças da situação na Câmara de Vereadores parece ter chegado ao fim. Hoje, os blogs trouxeram a notícia de que o vereador Edjaime Rosa, o Bibia (PMDB), finalmente, assumiu a liderança da bancada, que estava com o vereador Luis Carlos Dudé, acumulada com o cargo de liderança do prefeito na Casa. Segundo Bibia, “foi tudo combinado com Dudé e quem ganha é o prefeito Herzem, o PMDB e toda a bancada. Isso é coisa do parlamento, as vezes existem algumas divergências, mas isso é normal”, disse o vereador peemedebista, que, antes, havia declarado que a obrigação de sentar e resolver a crise era do governo, “porque o problema que está aparecendo na Câmara não é bom pra mim, não é bom para Dudé, não é bom para o governo”. Parece que Herzem, o chefe do governo e líder de todo o grupo fez o que sugeriu o vereador.