Waldenor considera-se vitorioso depois de perder eleição marcada por denúncias de fraude no PT baiano

Posted on terça-feira, 23 maio 2017

0


Waldenor tem voto protegido por caixa de água Milfontes“Waldenor sai fortalecido das eleições do PT”. Este é o título da postagem feita na página do deputado federal Waldenor Pereira, no Facebook, segunda-feira (22), um dia depois do Congresso que reelegeu Everaldo Anunciação presidente do PT na Bahia, com os votos de 163 delegados ante 147 votos de Waldenor. Os 16 votos de frente, um registro raro no PT baiano, onde a corrente da qual o presidente reeleito faz parte – a CNB – é maioria e domina o partido há tempos, deu ao deputado conquistense a sensação de vitória, tendo garantido quase metade dos cargos na Executiva e no diretório estadual.

As eleições no PT da Bahia foram marcadas por confusão e denúncias de fraude (Crise e mau exemplo em eleição para escolha de delegados do PT na Bahia). O episódio da contagem de votos no PED, realizado no dia 9 de abril, e a pequena diferença entre os candidatos sinaliza que o PT baiano está dividido. Atribui-se à confusão no PED e a essa divisão a ausência do governador Rui Costa no Congresso que elegeu Everaldo. Rui apoiava Waldenor. Os dois candidatos pregam união com o objetivo de reeleger o governado no ano que vem, mas o resultado da eleição petista tem peso mesmo é sobre as eleições proporcionais.

18582113_10203290575382266_5905056147033289465_nEveraldo é umbilicalmente ao deputado federal licenciado e secretário estadual Josias Gomes, tido como principal beneficiário da reeleição do dirigente. Além de Josias, o resultado fortalece o deputado Walmir Assunção, que no PED apoiou a chapa Optei e elegeu 84 delegados, que foram fundamentais para a recondução de Everaldo Anunciação. Já Waldenor, além de ter aumentado sua visibilidade estadual, passa a ter mais capacidade de interferência interna no partido e assegurou que companheiros de sua corrente vencessem eleições de diretórios municipais, como em Vitória da Conquista, onde Rudival Matrurano foi reeleito.

Leia abaixo a nota postada no Facebook de Waldenor.

Tal como diz a letra da música do momento, “Trem bala”, de Ana Vilela “…é sobre escalar e sentir que o caminho te fortaleceu”, o deputado federal Waldenor Pereira, declarou-se vitorioso ao final da apuração dos votos para eleição do presidente estadual do PT, encerrando a etapa estadual do 6º Congresso Nacional do PT, realizados nos últimos três dias(19,20 e 21). Do total de 310 delegados votantes, Waldenor conseguiu​ 147 votos contra o atual presidente, Everaldo Anunciação, que se reelegeu com 163.
O sentimento de vitória vem de uma forte aproximação com a militância e lideranças partidárias, resultante de uma campanha que ele realizou pelo estado afora, apoiado por oito coletivos do partido que se juntaram na chapa do Movimento “Muda PT” (Democracia Socialista (DS), Esquerda Democrática Popular (EDP), Coletivo 2 de Julho, Avante S21, Movimento PT , Reencantar, Militância Socialista e Articulação de Esquerda), como também de nove dos 12 deputados estaduais e seis dos sete deputados federais petistas da Bahia.

“Me considero vitorioso porque fui candidato de um coletivo que apresentou novas ideias, novas propostas para fortalecer o nosso partido. O PT na Bahia tem a finalidade fundamental de reeleger o governador Rui Costa e eleger Lula de novo presidente. Por isso o Muda PT teve papel importante no Congresso: elegeu muitos diretórios municipais, sai com votação expressiva, vamos contar com aproximadamente 50% de membros tanto na Executiva quanto no diretório estadual, com a firme determinação de reestruturar o partido, de reorganizar o PT e defender o fortalecimento das instâncias partidárias​ para estarmos à altura dos desafios que estão postos pela atual conjuntura política ”, avaliou.