Educação

Apenas 1/3 da comunidade acadêmica votou para reitor da Uesb. Estudantes menos de 28%

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia conta com cerca de 13 mil estudantes matriculados, quase 1.200 professores e mais de 500 servidores. Os dados não são exatos porque a própria instituição não os fornece para consulta via internet, tampouco os candidatos a reitor que disputaram a eleição ontem (11), divulgaram os números com certeza. Na seção de Acesso à Informação (http://www2.uesb.br/transparencia/) a única informação disponível é de 2016: “Para dar conta de todas essas demandas, num nível satisfatório e progressivo, a Universidade conta com 1141 professores e mais de 500 servidores, entre técnicos e analistas, pessoas que mantém para com a Instituição um notável nível de comprometimento, determinante para o seu crescimento ao longo dos seus 35 anos de história.[…]”.

Luiz Otávio vence eleição da Uesb

Luiz Otávio (à direita) é novo reitor eleito da Uesb (Foto: Blog do Rodrigo Ferraz)

De um total estimado, para efeito de cálculo, de 14.700 pessoas que formam a comunidade acadêmica (professores, servidores administrativos e alunos) apenas 4.961 votaram na eleição de ontem, que escolheu o novo reitor da universidade, Luiz Otávio Magalhães, com 63,42% dos votos válidos, sendo 845 entre professores e servidores administrativos (62,26% dos votantes) e 2.263 entre estudantes (62,79%). Votaram em branco ou anularam o voto 61 pessoas (1,23%). O critério de eleição na Uesb é a paridade, em que cada um dos setores (professores, funcionários e alunos) tem um peso de 33,33%. Mas, Otávio teria vencido mesmo se fosse considerado o voto universal ou a paridade de 50% para os servidores (docentes/funcionários) e 50% para estudantes.

Apesar da reduzida participação dos estudantes (menos de 30% foram votar, enquanto a presença de servidores chegou quase a 80%), o percentual de votos obtido por Luiz Otávio foi um dos maiores da história das eleições na Uesb. Ele já havia concorrido outras duas vezes. Em 2006, foi candidato a reitor e ficou em segundo lugar, perdendo para Abel Rebouças São José, reeleito naquele ano. (Os dados da votação não estão disponíveis). Em 2010, Luiz foi candidato a vice-reitor e a chapa formada por ele e por Ana Angélica Leal, também ficou na segunda colocação, com 41,56%, atrás da chapa vencedora composta pelos professores Paulo Roberto e José Luiz Rech, com 42,86% dos votos válidos e à frente de Itamar Aguiar e Cândido, que tiveram 11,23%.

Segundo boletim divulgado na madrugada desta quinta-feira, a chapa 2, de Luiz Otávio Magalhães e Marcos Henrique (vice-reitor) venceu as chapas 1 – formada pelo professor do curso de Farmácia (campus de Jequié) Daniel Melo e Cristina Santos (lotada no Departamento de Ciências Humanas, Educação e Linguagens, em Itapetinga) – e 3 – formada pela professora do Departamento de História, campus de Conquista, Márcia Lemos e Nelma Gusmão (do Departamento de Estudos Básicos e Instrumentais, de Itapetinga). Márcia ficou em segundo lugar, com 1.197 votos (24,42%, descontando nulos e brancos), sendo 189 (13,92% dos votantes) entre professores e servidores administrativos e 1.008 (27,96%) de estudantes. Daniel Melo obteve 595 no total (12,14% dos válidos), com 285 (21%) no conjunto docentes e funcionários e 310 (8,60%) entre os alunos.

WhatsApp Image 2018-04-12 at 09.04.56

1 resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s