Anúncios
Judiciário Polícia

Carlos Bramont continuará preso

O radialista e ex-titular do Cartório do 1º Ofício de Registro de Imóveis e Hipotecas de Vitória da Conquista foi ouvido, na quinta-feira (24) às 14h30, pelo juiz João Batista de Castro Júnior, titular da Primeira Vara da Justiça Federal, na sede do órgão em Vitória da Conquista, em audiência de instrução em face no indiciamento por crime de organização criminosa e corrupção passiva, entre outras acusações, como desobediência a ordem judicial e tráfico internacional de armas.

No Superior Tribunal de Justiça (STJ), o pedido de habeas corpus impetrado pelos advogados de Carlos Bramont não logrou êxito. Segundo consulta processual feita no site da corte, não é competência do STJ a análise do HC pretendido por Bramont. Eis o que consta: “Última fase – 24/05/2018 – Declarada incompetência desta Corte para processar e julgar o presente writ* (Publicação prevista para 28/05/2018)”.

PRESO EM ABRIL

Dinheiro encontrado na casa de Bramont
Mais de R$ 460 mil foram encontrados na casa de Bramont e apreendidos pela PF, incluindo cheques e moeda internacional (Foto: Divulgação/PF)

Carlos Bramont foi preso em operação da Polícia Federal no dia 3 de abril deste ano, acusado de prática de crimes de organização criminosa, corrupção, desobediência, posse de armas de fogo de uso permitido e restrito e tráfico internacional de arma de fogo. Junto com ele foram presas: sua filha, Amanda Bezerra Bramont, a sobrinha Anna Caroline Bezerra de Castro e a despachante Maria Aparecida de Souza Pereira. As três foram liberadas depois de terem sido ouvidas. De acordo com o Ministério Público Federal, elas foram soltas porque Amanda está grávida e Anna Carolina lactante de uma criança de três meses, situações que o Código de Processo Penal aconselha a liberdade. Já Maria Aparecida foi solta por colaborar com as investigações.

 

* – Segundo o professor José Roberto Neves Amorim, publicado no site Direito Net (https://www.direitonet.com.br/dicionario/exibir/978/Writ), trata-se de palavra em inglês que significa ordem escrita ou mandamento. No Direito, tal palavra é empregada nas peças referentes a “Habeas Corpus” e ao Mandado de Segurança, em que é pedida a concessão do writ, ou seja, pede-se a concessão da ordem, do pedido formulado em tais petições.

Anúncios

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 56 anos de idade, 40 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

0 comentário em “Carlos Bramont continuará preso

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: