Anúncios
Redes Sociais Sociedade Uncategorized

OAB decide pedir interdição do Cana Café ao MPF, mas omite nome do bar em nota

Depois de ter emitido nota pública de repúdio contra o bar Cana Café, que causou repulsa ao postar em suas redes sociais uma foto de mulheres nuas penduradas, como se estivessem em um açougue, acompanhada da legenda “estoquem comida”, a subseção regional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) anunciou que representou ao Ministério Público Federal (MPF) contra o bar, requerendo a interdição do mesmo.

Cana Café
O Cana Café é um dos bares mais frequentados da cidade (foto reproduzida da internet)

Release distribuído pela assessoria da OAB nesta segunda-feira informa que a representação foi protocolada pela Comissão da Mulher Advogada e foi assinada também por representantes da União de Mulheres de Vitória da Conquista, União Brasileira de Mulheres, Secretaria Estadual de Mulheres, Federação dos Trabalhadores na Agricultura, Núcleo do Conselho Regional de Serviço Social, Coletivo Feminista Obá Elekó e do Coletivo Juventude das Flores.

20180619_160840
Sede da OAB Vitória da Conquista, na Rua Rotary Club

“Não podemos admitir esse tipo de atitude misógina, preconceituosa, que coisifica a mulher e a expõe como objeto sexual. A Comissão da Mulher Advogada continuará atuando de maneira incisiva no combate a esta postura, para evitar que condutas como esta continuem propagando-se na sociedade.” afirmou Ingrid Lomanto, presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB de Vitória da Conquista.

Pedido de desculpa do Cana CaféA postagem ofensiva foi feita no Instagram do administrador do perfil do Cana Café, no dia 25 de maio, durante a greve dos caminhoneiros e retirada do ar após forte repercussão negativa. Dois dias depois, no story do Instagram do dono do bar (reproduzido pelo site Avoador que você pode ler ao lado), ele pede desculpa, diz que foi um mal entendido, lembrou que o local já havia sido “alvo de matéria por contribuição cultural pra cidade pelo próprio núcleo jornalístico da Uesb” e prometeu excluir as postagens e comentários que geraram indignação. O pedido de desculpa ficou apenas 24 horas no ar.

Leia a  Nota de Repúdio da OAB Vitória da Conquista clicando aqui.

 

Anúncios

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 56 anos de idade, 40 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

0 comentário em “OAB decide pedir interdição do Cana Café ao MPF, mas omite nome do bar em nota

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: