Anúncios
Geral

Prefeitura negocia para que Cidade Verde assuma linhas da Viação Vitória ainda hoje

onibus-das-duas-empresas
Prefeitura negocia com MP autorização para que a Cidade Verde assuma linhas da Vitória

Neste momento, representantes da prefeitura estão na sede do Ministério Público Estadual, onde esperam discutir com a promotora Lucimeire Carvalho Faria, da 8ª Promotoria de Justiça, a possibilidade de a Cidade Verde assumir as linhas em que Viação Vitória não pode atuar por falta de ônibus. Na madrugada desta terça-feira, uma equipe da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) deu início a uma fiscalização de soltura (quando os ônibus são vistoriados antes de começarem a rodar) na  garagem da empresa e como resultado 74 veículos foram lacrados e impedidos de circular. Os 74 carros correspondem a 96% da frota que atende ao lote 1, vencido pela empresa há quatro anos.

Ivan e Jackson Yoshiura
Ivan Cordeiro (de camisa listrada) e Jackson Yoshiura foram ao MPE negociar solução temporária para a crise

No meio da tarde, o BLOG flagrou ônibus da Cidade Verde rodando em roteiro incomum, como um veículo da linha R09, que passou pela Avenida Brasil, com destino ao centro da cidade, às 16h18 (veja o itinerário da R09 no fim da matéria). Com a falta dos ônibus da Viação Vitória, cujos reparos para se adequar as determinações da fiscalização da prefeitura devem demorar mais de dois dias, as vans, que operam clandestinamente na cidade, viajam com lotações completas. Segundo o secretário da Semob, Ivan Cordeiro, que está no MPE, juntamente com o coordenador de Transporte Público, Jackson Yoshiura e dois procuradores municipais, a prefeitura quer diminuir o prejuízo da população, assegurando uma quantidade de ônibus suficiente para atender à maior parte demanda prejudicada com a ausência dos veículos da Viação Vitória.

É bom lembrar que no dia 29 de junho, o prefeito Herzem Gusmão mandou publicar no Diário Oficial do Município um decreto ordenando que a Procuradoria Jurídica e a Secretaria de Mobilidade Urbana providenciem, em caráter de urgência a licitação para contratação de uma nova empresa que vai explorar o lote onde hoje atua a Cidade Verde. A ação do prefeito foi em cumprimento a decisão, expedida em liminar, pelo juiz Ricardo Frederico Campos, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Vitória da Conquista, determinando o cancelamento da outorga do lote 2 da Concorrência Pública 004/2011 (transporte coletivo), vencido pela Viação Cidade Verde, por considerar que foi lesiva ao Município e determinou que a prefeitura realize nova licitação em 180 dias. A decisão do juiz foi publicada no Diário de Justiça do Estado da Bahia no dia 31 de maio deste ano.

ITINERÁRIO DA LINHA R09

IDA VOLTA
Av. Lauro de Freitas (Centro) UESB
Tv. 2 de Julho Av. Olívia Flôres (Bairro Candeias)
Rua 2 de Julho Av. Rosa Cruz
Pç. Caixeiros Viajantes Rua Siqueira Campos (Bairro Recreio)
Pç. Marcelino Mendes Rua Cel. Gugé (Centro)
Av. Vivaldo Mendes Pç. Marcelino Mendes
Rua Joaquim Hortélio (bairro Recreio) Pç. Caixeiros Viajantes
Av. Rosa Cruz Tv. Justino Gusmão
Av. Olívia Flôres (Bairro Candeias) Av. Lauro de Freitas (Centro)
UESB
Anúncios

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 56 anos de idade, 40 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

4 comentários em “Prefeitura negocia para que Cidade Verde assuma linhas da Viação Vitória ainda hoje

  1. O juiz considerou lesiva ao município a licitação da Cidade Verde, só gostaria de saber deste, quais os argumentos que sustentam esta lesividade!! Uma vez que é a melhor empresa que a cidade já teve operando. Uma empresa que atende a todos os quesitos do edital e presta um excelente serviço a população, mesmo com prejuízos financeiros enormes por conta da concorrência desleal com os vanzeiros. Mas se porventura ele, eu seu entendimento único e muito particular, entendeu que a Cidade Verde deveria ter pago 20 milhões na outorga, é totalmente descabido, pois um grupo como o da Cidade Verde jamais entraria em um negocio economicamente inviável.Onde nenhum empresa conseguiria fazer um investimento tão alto, sabendo que jamais recuperaria estes 20 milhões em apenas 10 anos de contrato. os 37 milhões oferecidos pela Viação Vitória foi um blefe, ao menos a Serrana teve bom senso em desistir da licitação, após cometer o mesmo erro da Vitória, oferecendo uma proposta de 20 milhões, coisa que ela também não iria cumprir, digo isto, porque acompanhei todo o processo e, é claro que nenhum empresário de sã consciência iria tirar de seu patrimônio este montante enorme, sabendo que nunca recuperaria, e olha que antes os clandestinos eram combatidos. Imagina agora.

    • LEIA A DECISÃO DO JUIZ DA 1ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA, DETERMINANDO O CANCELAMENTO DA LICITAÇÃO DO LOTE 2, VENCIDO PELA CIDADE VERDE

      1ª Vara de Fazenda Pública

      Relação Nº 0942/2018

      ADV: PEDRO EDUARDO PINHEIRO SILVA (OAB 24661/BA), EDINILSON FERREIRA DA SILVA (OAB 252616/SP), TÁSSIO MENEZES LUZ RUAS(OAB 39512/BA), MIRIAN MARIA ANTUNES DE SOUZA (OAB 145020/SP), NAYARA SILVA MENDES PEREIRA (OAB 139900/MG) – Processo 0501761-94.2013.8.05.0274 – Ação Popular – Violação aos Princípios Administrativos – AUTOR: Arlindo Santos Rebouças – RÉU: Guilherme Menezes de Andrade e outros – 1. Em face do exposto, hei por bem desconstituir o ato lesivo, consistente na outorga à CIDADE VERDE TRANSPORTE RODOVIÁRIO LTDA. do lote de n.º 02, da concorrência Municipal para transporte público de n.º 004/2011, com efeitos ex tunc, para que as partes retornem ao statu quo ante, devendo ser realizada nova licitação do citado lote. 2. Defiro a tutela antecipada (liminar) e concedo o prazo de 06 (seis) meses, para que o Município de Vitória da Conquista-BA proceda a realização de nova licitação do lote de n.º 02, da concorrência Municipal para transporte público de n.º 004/2011. 3. Condeno a ré Cidade Verde Transporte Rodoviário Ltda. a ressarcir os cofres públicos, a título de perdas e danos, no valor integral da outorga, ou seja, perda do valor de R$ 6.135.000,00 (seis milhões e cento e trinta e cinco mil reais) em favor do Município de Vitória da Conquista-BA. 4. Defiro o pedido de mudança de polo efetuado pelo Município de Vitória da Conquista-BA, que passa a integrar o polo ativo da presente. 5. Indefiro o pedido de habilitação do cidadão PEDRO JOSÉ DE OLIVEIRA CARDOSO. 6. Retifico o valor da causa para R$ 6.135.000,00 (seis milhões e cento e trinta e cinco mil reais). 7. Condeno os requeridos CIDADE VERDE TRANSPORTE RODOVIÁRIO LTDA. e GUILHERME MENEZES DE ANDRADE, solidariamente, nas custas, honorários periciais e honorários de advogado, que arbitro em 10% (dez por cento) sobre o valor da causa.

      JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA JUIZ (A) DE DIREITO RICARDO FREDERICO CAMPOS ESCRIVÃ(O) JUDICIAL SILVIA MARA SANTOS OLIVEIRA EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS

    • Quem apoia roubo e cúmplice

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: