Anúncios
Poder Legislativo Política

Incêndio na Assembleia: documentos contábeis e financeiros estão preservados, assegura Angelo Coronel

O incêndio que atingiu todo o terceiro andar do prédio principal da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), na tarde do sábado (28), destruiu documentos administrativos, contábeis e financeiros da administração da Casa, mas, em entrevista coletiva concedida ao lado do comandante do Corpo de Bombeiros, Coronel Telles de Macedo, neste domingo, o presidente, deputado Angelo Coronel (PSD), garantiu que as informações estão preservadas em arquivos digitais e microfilmados. Segundo o presidente da ALBA todos os documentos foram digitalizados – os mais antigos foram microfilmados  – e estão sob a guarda da Empresa Gráfica da Bahia (EGBA). “Esse trabalho de digitalização acontece graças ao programa ‘Papel Zero’ que lançamos logo no início da nossa gestão”, lembrou o presidente.

Cole 04O incêndio teve início por volta das 15h20 do sábado, mas, graças à ação rápida do Corpo de Bombeiros, comandada diretamente pelo comandante-geral do CBPM, Coronel Telles, o fogo foi dominado e as chamas ficaram confinadas no mesmo andar. Portanto, de acordo com nota da Assessoria de Comunicação da Assembleia, preliminarmente, se espera que só documentos em tramitação terão de ser recompostos, processo considerado passível de realização sem grandes complicações.

Cole 02
Angelo Coronel quer um delegado especial apurando as causas do incêndio

O presidente da ALBA alertou que o levantamento total dos prejuízos só será possível após a realização de todas as perícias técnicas e policiais no andar atingido. “A Codesal esteve no prédio, e interditou apenas o terceiro andar, mas ainda teremos as perícias da polícia técnica e de engenheiros estruturais e elétricos que farão uma avaliação antes da liberação do prédio para uso normal”, explicou Angelo Coronel.

Durante a entrevista, o comandante do Corpo de Bombeiros garantiu que não houve qualquer crise de falta de água e que o trabalho dos bombeiros foi dentro das normas e padrões de eficiência. “Tanto isso é verdade que conseguimos dominar o fogo rapidamente, isolando o mesmo no 3º pavimento contendo desta forma a expansão do fogo”, ressaltou o comandante. Coronel Telles, lembrou ainda que não teve nenhuma vítima, ficando o prejuízo restrito a danos materiais.

Em ofício encaminhado ao governador Rui Costa, o presidente da Casa solicitou a designação de um delegado especial para presidir o inquérito. “Nós solicitamos que seja um delegado que tenha experiência em investigação de incêndio”, completou. Na coletiva, o presidente estava acompanhado do Superintendente de Recursos Humanos, Francisco Raposo, do Superintendente Administrativo e Financeiro, Carlos Roberto Pinto, do comandante do Corpo de Bombeiros, Coronel Telles de Macedo, e do Comandante da Casa Militar da ALBA, Coronel Xavier.

REFORMAS

Angelo Coronel disse ainda que logo que assumiu a presidência da Casa solicitou uma análise junto com o Copo de Bombeiros sobre os riscos na Casa. “O relatório indicava a necessidade de troca de todos os forros e divisórias de fibra de vidro, material inflamável, existentes na Casa. Também desse produto é feito o teto do prédio, o que, infelizmente, possibilitou a migração das chamas de uma ala para outra, constatou. Quando iniciamos as reformas já fomos trocando todo o material de acordo com as novas normas de segurança e prevenção”, esclareceu lamentando que “infelizmente não teve tempo de concluir a obra do terceiro andar, que estava prevista a troca de todo o telhado e divisórias, além da revisão de toda a parte elétrica”, completou.

—– COM TEXTO E FOTOS DA ALBA – ASCOM & Assessoria da Presidência

PUBLICIDADE

banner_600x100px_educacao_pmvc

 

Anúncios

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 56 anos de idade, 40 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

0 comentário em “Incêndio na Assembleia: documentos contábeis e financeiros estão preservados, assegura Angelo Coronel

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: