Anúncios
Ações Governamentais Segurança Pública Violência

Mais de 22 mil policiais da Bahia recebem prêmio por redução de assassinatos, mas região de Vitória da Conquista teve aumento

Mais de R$ 22 milhões serão pagos a 22,5 mil policiais baianos que alcançaram redução de 6% dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), no primeiro semestre de 2018. O Prêmio por Desempenho Policial (PDP) é uma ação que valoriza e incentiva o trabalho das forças de segurança. Homicídio doloso, latrocínio e lesão dolosa seguida de morte tiveram quedas de 6,8%, na Bahia, na comparação entre o primeiro semestre de 2018 e o do ano anterior. Analisando as macrorregiões, Salvador fechou com menos 12,4%, Região Metropolitana com decréscimo de 12,9% e o interior do estado com redução de 3,8%.

Os números do semestre foram divulgados em coletiva na Secretaria de Segurança Pública (SSP) e publicados na edição do Diário Oficial do Estado de quarta-feira (29). Em cerca de 15 dias, será divulgada no mesmo veículo de comunicação a lista com as unidades das polícias Militar, Civil e Técnica que receberão o PDP.WhatsApp Image 2018-08-28 at 17.48.16

WhatsApp Image 2018-08-28 at 17.48.14

Pelos números publicados no Diário Oficial, da Região Integrada de Segurança Pública Sudoeste (RISP Sudoeste) só as Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP) de Itapetinga e de Jequié registraram queda nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI). As áreas de Brumado, Guanambi e Vitória da Conquista tiveram aumento, sendo que a de Guanambi teve o maior aumento em números absolutos e percentuais, com 15 assassinatos a mais no primeiro semestre deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. A área de Vitória da Conquista, com a maior população, teve um aumento de 5,9%.

No primeiro semestre do ano passado foram 144 assassinatos na AISP Vitória da Conquista, dos quais 81 (ou 59,5% do total da área) no município conquistense, que fechou o ano com 168 crimes violentos letais intencionais em 2017. Este ano, foram 109  em Vitória da Conquista de janeiro a junho, 76% do total da AISP.  Nos dois primeiros meses do segundo semestre (até o encerramento desta matéria) ocorreram 11 assassinatos, ante os 19 registrados no mesmo período de 2017.  Naquele ano, 48% do total de CLVI aconteceram no primeiro semestre. Até agora, o município de Vitória da Conquista registra 130 assassinatos.

RISP SUDOESTE

AISP 1º sem/2017 1º sem/2018 Var (%) Habitantes¹ Taxa 06 meses ²
AISP 32 – Brumado 16 20 25,0 367.640 5,4
AISP 38 – Guanambi 16 31 93,8 407.102 7,6
AISP 43 – Itapetinga 45 30 -33,3 264.787 11,3
AISP 45 – Jequié 92 73 -20,7 494.331 14,8
AISP 57³ – Vitória da Conquista 136 144 5,9 671.656 21,4

Fonte: SSP/IBGE
(1) Estimativas de população para 1º de julho de 2017 publicadas no D.O.U em 30 de agosto de 2017.
(2) Taxa de Vítimas por grupo de cem mil habitantes.
(3)
AISP 57: Anagé, Barra do Choça, Belo Campo, Boa Nova, Bom Jesus da Serra, Caetanos, Cândido Sales, Caraíbas, Condeúba, Cordeiros, Encruzilhada, Mirante, Mortugaba, Piripá, Planalto, Poções, Tremedal e Vitória da Conquista.

—–
Matéria inclui texto e fotos da Secom/Governo da Bahia

PUBLICIDADE

banner_600x100px_educacao_pmvc

Anúncios

0 comentário em “Mais de 22 mil policiais da Bahia recebem prêmio por redução de assassinatos, mas região de Vitória da Conquista teve aumento

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: