Anúncios
Administração Pública Política

Rui Costa: por vaidade, promotores públicos impedem construção da barragem do Rio Catolé

Em entrevista coletiva à imprensa, antes de abrir a reunião com prefeitos e lideranças regionais em que agradeceu a votação que o reelegeu e pediu empenho para tentar eleger Fernando Haddad, o governador Rui Costa foi enfático ao responder uma pergunta do radialista Gerson Gonzaga, do programa Redação Brasil, da Brasil FM, sobre a obra da barragem do Catolé: “Os dois promotores públicos, tanto o estadual quanto o federal estão tentando, lutando junto à Justiça para impedir essa obra”. Segundo Rui Costa, está tudo pronto par iniciar a obra, que teve seu início suspenso há mais de um ano, por decisão judicial, mas o Ministério Público não deixa.

“É uma das coisas que eu não entendo em nosso país, não consigo entender. O Ministério Público deveria representar o interesse da sociedade, deveria defender as crianças, deveria defender a geração de emprego e desenvolvimento de Conquista”, ressaltou o governador. Para ele, entretanto, o que o MP vem fazendo, por meio de dois promotores, é tentar impedir a chegada água para Vitória da Conquista. “E se tiver uma seca mais prolongada, eu quero que vocês [jornalistas] perguntem a eles, de onde é que nós vamos abastecer as casas, os hospitais e as empresas aqui de Conquista?”.

IMG_9940
Rui pergunta: os promotores querem que Conquista feche as portas ou é para sacrificar o povo?

Rui Costa defende que a sociedade conquistense “demonstre sua indignação e sua perplexidade contra essa atitude individual, eu diria, vaidosa, de promotores que estão tentando impedir que a obra da barragem do Rio Catolé aconteça”. O governador disse que está lutando com todas as forças para que a Justiça permita o início da obra, pois tudo estaria pronto para começar. “De novo: é por isso que o Brasil está nessa situação, porque, infelizmente, algumas pessoas ficam agindo em nome da sua vaidade pessoal e não do interesse da sociedade. Eu acho que Conquista precisa, urgente, se levantar e dizer bem alto se quer água ou não, porque dois promotores, repito, um estadual outro federal, estão tentando impedir o início da construção da barragem e isso é muito grave”, voltou a denunciar o governador.

BARRAGEM OU SACRIFÍCIO

Rui Costa citou outra obra na área de abastecimento de água que também estaria paralisada em razão de ações do Ministério Público. “Nós estamos lutando há cinco anos para ter a adutora do Zabumbão, que vai levar água para o Vale do Paramirim. A obra era para ser iniciada em 2013, mas, por intervenção de promotores públicos, até hoje não iniciou, uma obra de R$ 150 milhões”, afirmou o governador. De acordo com o governador, os R$ 200 milhões para a barragem do Rio Catolé estão separados, mas o governo está impedido  pela atuação do MP. “A imprensa e a população de Conquista devem perguntar por que os dois promotores não querem água para Conquista e o que é que vai acontecer, de onde virá água”.

O governador disse que já teve reuniões com os promotores e explicou que há 30 anos se estuda de onde poderia vir água até Vitória da Conquista, tendo sido encontrada, depois de muita análise, a solução da barragem do Catolé. “Mas, as pessoas estão mais preocupadas com sua vaidade pessoal, com sua atitude isolada, do que com 400 mil habitantes”, voltou a enfatizar, considerando que sem a barragem não haveria solução para uma possível falta de água. “Só se transferir todo mundo daqui, os 400 mil habitantes, porque não tem outra fonte de água, a não ser a construção dessa barragem. Os dois promotores devem dizer à sociedade o que eles querem para a cidade, se é para fechar as portas ou se é para sacrificar o povo”.

 

Anúncios

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 56 anos de idade, 40 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

0 comentário em “Rui Costa: por vaidade, promotores públicos impedem construção da barragem do Rio Catolé

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: