Eleição de presidente da Câmara de Conquista: Kiribamba entra como opção e contas de Luciano começam a ser refeitas

Abao de ler no Blog do Massinha que Danilo Kirimbamba (PCdoB) anunciou que é candidato a presidente da Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista. Independente de qualquer avaliação de mérito, capacidade ou valor, considerando as duas pré-candidaturas colocadas, o que Kiribamba faz ao se colocar na disputa tem grande significação para a política municipal e para a democracia. Se ele mantiver a disposição, vai ajudar a oxigenar um ambiente que tem mantido a prática de acordos para eleger mesas diretoras por unanimidade, quase sempre com influência ou ligação com o o prefeito. Nessa balada a Câmara segue na mesma mesmice, sem novidades, sem o fundamental debate que se espera da casa cuja existência é justificada justamente pela necessidade de discussão, embora ninguém possa dizer nada de desabonador contra qualquer um dos presidente eleitos nos últimos 22 anos.

Segundo Massinha, a afirmação de Kiribamba, de que é candidato e tem cinco votos, fora o dele, foi feita por meio de mensagem de áudio enviado por WhatsApp esta tarde. A se confirmar, as contas precisam ser refeitas. Luciano Gomes (PR) tem anunciado que conta com 19 votos, em uma lista de compromisso. Se Kiribamba tem cinco, significa que o republicano perdeu, pelo menos, três, e as contas devem começar a ser refeitas.

Em matéria postada no dia 1º de novembro, o BLOG chamou a atenção para o fato de que, depois das eleições de presidente, em que o candidato do PT, Fernando Haddad, teve 58,07% dos votos, exatos 100.751 votos e Bolsonaro ficou com 41,93% ou 72.763 votos, uma leitura otimista diria que os partidos do campo da esquerda e da centro-esquerda voltaram a ter força política em Conquista, e a eleição da Câmara de Vereadores, seria, então, uma oportunidade de mexer com a política local e reposicionar o PT, PCdoB, PSB, etc., derrotados por Herzem Gusmão em 2016.

Prosegue Pedro Massinha dizendo que, com a novidade da pré-candidatura de Danilo Kirimbamba, o tabuleiro da sucessão do presidente Hermínio Oliveira (PPS) “ganha contornos de ebulição”. Uma candidatura tida como única e decidida passa a ter uma disputa surpresa. Como previu Massinha a notícia apanhou muita gente de surpresa.

Mas, são essas supresas, as atitudes corajosas de políticos como Kiribamba, que alimentam o debate que são a razão da democracia. Com a chegada do vereador do PCdoB ao páreo, a Câmara tem dois bons candidatos a presidente e uma chance especial de demonstrar à população que a Casa Legislativa Municipal é, de fato, independente.

Vereador Danilo Kiribamba (PCdoB)

 

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente