Anúncios
Sociedade

Foi fake news a notícia do aborto de Érica, a moça que tinha sumido “grávida” e reapareceu sem barriga

Nas redes sociais chegou a circular a notícia de que a jovem Érica Santos Souza, 22 anos, moradora de José Gonçalves, tida como grávida antes de sumir por dois dias, havia sido sequestrada e forçada a abortar. Em comentários no Facebook houve quem dissesse que o bebê havia sido roubado da mãe. Mas, segundo a Polícia Civil, em nota emitida pela Delegacia de Homicídios de Vitória da Conquista, Érica não estava grávida, portanto, não houve aborto. A hipótese é de gravidez psicológica, segundo a polícia, ainda é preciso investigar qual a motivação real para a moça contar essa história.

Érica saiu de casa na segunda-feira (10) e passou dois dias desaparecida, tendo reaparecido ontem (quarta).

De acordo com a nota da Polícia Civil, nesta quinta, estava sendo veiculado “em redes sociais, sobretudo a partir de Vitória da Conquista, que a jovem Érica Santos Souza teria abortado seu filho no oitavo mês de gestação e que para tanto teria contado com a ajuda de outras pessoas”.

Segundo as versões que circularam, com base no que a moça teria dito à família, Érica saiu de casa, no distrito de José Gonçalves, para vir a um hospital de Vitória da Conquista, onde faria exames por estar no oitavo mês de gravidez. Mas, quando voltou ela não estava mais com a barriga que apresentava nas fotos que postava no Facebook. A polícia achou estranha a história que ela contou e resolveu investigar, considerando a gravidade da hipotética situação. Depois da realização de vários exames laboratoriais e clínicos foi constatado, segundo esclarecimento da Polícia Civil, “que, efetivamente, Érica não teve gravidez recente, portanto, a suposta prática de um aborto foi cabalmente descartada”.

A nota da Delegacia de Homicídios encerra sugerindo que “resta apurar a real motivação para a conduta de Erica. Uma hipótese seria em decorrência de uma gravidez psicológica”.


Fonte: DH/VCA

Anúncios

0 comentário em “Foi fake news a notícia do aborto de Érica, a moça que tinha sumido “grávida” e reapareceu sem barriga

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: