Anúncios
Ações Governamentais Administração Pública

Regularização fundiária põe em destaque trabalho da Secretaria de Desenvolvimento Social

Trabalho da equipe da Semdes foi enaltecido pela vice-prefeita e secretária da pasta, Irma Lemos. Ela também destacou a orientação do prefeito Herzem Gusmão para que o programa alcance o êxito registrado até agora. Já são cerca de 3 mil imóveis regularizados, dando às famílias a escritura definitiva da casa em que moram.

Com a presença do secretário nacional de Desenvolvimento Urbano, Gilmar Souza Santos, a Prefeitura de Vitória da Conquista completou ontem (segunda-feira, 17) mais uma etapa do Programa Morar Legal, voltado para a regularização de imóveis doados ou que pertenceram ao Município e que hoje estão ocupados por moradores, mas sem o documento definitivo que é a escritura. As beneficiadas foram 1.401 famílias do bairro Vila América que receberam seus lotes doados pela Prefeitura, em 1997. O Morar Legal foi implantado em 2017 e é gerido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), na Coordenação de Programas e Projetos Habitacionais, cujo titular é Péricles Nascimento.

O ato de entrega da documentação aos 1.401 proprietários teve à frente o prefeito Herzem Gusmão, que ressaltou a importância da ação da prefeitura e o valor da escritura definitiva do imóvel para a vida dos beneficiados. Já a dirigente da secretaria responsável pela execução do programa, a vice-prefeita e secretária Irma Lemos, reconheceu, em entrevista exclusiva para o BLOG, o empenho da equipe que faz o trabalho nos bairros. “Não é um trabalho fácil. Tem várias etapas até chegar na hora de entregar a escritura. Tem gente que tem a casa, mas não tem o documento, nem aquele que a gente chama de gaveta, então tem que ver de quem comprou, ir atrás de quem vendeu. É um trabalho minucioso”, explica Irma.

“Mas, é uma ação que nos deixa muito felizes. Nossa equipe e todo o governo, seguindo orientação do prefeito Herzem Gusmão”, disse a titular da Semdes. “É um trabalho permanente, vai contemplar vários bairros e quem, por acaso, não foi incluído em uma etapa, pode procurar o setor de habitação para saber a razão e resolver”. Irma falou da sua sensação pessoal em participar do projeto, de poder entregar as escrituras, junto com o prefeito, equipe e, no caso do ato da segunda-feira, do secretário nacional da área.

“Para mim, é uma emoção muito grande, porque eu sei o que é não ter uma moradia própria, eu já morei de aluguel. Quando você não tem uma moradia, falta uma coisa importante na sua vida. Quando a gente entrega essas escrituras e eu vejo pessoas idosas, como o caso que nós ouvimos aqui, de um senhor de 92 anos que disse que sabia que não iria usufruir, mas estava feliz porque ia poder deixar para a família dele”, comentou.

Irma Lemos: “A aegria de quem recebe a escritura nos contagia”.

Irma Lemos contou que a sensação é de missão cumprida, de estar realizando uma missão. “Vemos pessoas 80, 90 anos, que sabem que têm pouco tempo de vida, mas tem o cônjuge, filhos, às vezes filho deficiente, que ele não quer morrer e deixar sem casa para morar, então, a gente vê que a alegria das pessoas por saberem que com esse documento vão poder deixar a família amparada, e essa alegria passa pra gente”, confessou a vice-prefeita.

Sobre a presença do secretário nacional de Desenvolvimento Urbano, ligado ao Ministério das Cidades, Gilmar Souza Santos, Irma disse que é um reconhecimento do trabalho feito. “A gente viu a alegria dele, ainda mais quando ele entrou aqui na quadra e viu o espaço repleto de gente e, gente simples e humilde, que sabe que agora pode ir na Caixa fazer um empréstimo, pode trocar de casa se tiver uma condição melhor, pode dispor do imóvel, porque agora são proprietários. E só quem nunca foi proprietário para saber o significado dessa palavra, o valor de ser o dono de sua casa”.

Anúncios

0 comentário em “Regularização fundiária põe em destaque trabalho da Secretaria de Desenvolvimento Social

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: