Anúncios
Administração Pública Economia Política

Lá e cá. Posicionamentos de Fernando Gomes, prefeito de Itabuna, e Herzem Gusmão, de Conquista, sobre um mesmo banco

Há 20 dias o prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (MDB), recebeu a notícia da reabertura da superintendência do Banco do Brasil do município, um ano e 11 meses depois de fechada pelo governo Temer. O prefeito conquistense fez questão de divulgar a notícia em suas contas na internet, afirmando que tinha feito um grande esforço para a volta da superintendência. Chegou a mandar um recado para os adversários políticos: “Agora que conseguimos, muita gente quer roubar os louros”.

O gerente-geral do Banco do Brasil, Rosemário Pereira dos Santos, testemunhou a favor do prefeito. Segundo ele, o retorno do órgão do BB, teve “uma luta muito grande do prefeito Herzem. Desde a época que o banco deu essa notícia de encerramento da superintendência, o prefeito não parou, acreditou e agora o banco reconhece a importância do município de Vitória da Conquista.”

Herzem com superindente
Herzem Gusmão (sem gravata) recebe superintendente do BB (de terno escuro)  – Foto: Secom/PMVC

Ao novo superintendente, Eduardo Camargo Hoog, Herzem solicitou a abertura um posto de atendimento na Prefeitura da Zona Oeste, inaugurada por ele em dezembro. A cidade tem três agências do Banco do Brasil sendo uma Estilo e todas ficam do lado Leste da Cidade, no Centro e no bairro Candeias.

Já em Itabuna, onde o Banco do Brasil manteve a superintendência, numa demonstração de confiança no mercado local, o prefeito Fernando Gomes (sem partido) decidiu partir para cima e determinou que o banco desocupe parte do prédio da prefeitura, que ocupa desde que o próprio Fernando fez a mudança do centro administrativo para as instalações atuais, com a aquisição do antigo Cesec (Centro de Processamento de Serviços do BB), nos anos 1990.

Segundo a imprensa local, o prefeito Fernando Gomes disse, durante discurso na inauguração de uma nova agência da Caixa Econômica Federal na cidade, que teria dado um prazo de 60 dias para o Banco do Brasil desocupar o imóvel. Fernando também teria anunciado que vai tirar as contas mantidas pela prefeitura no banco.

Fernando-contra-o-BB-foto-Vanusa-de-Jesus-Diário-Bahia-580x435
Fernando Gomes (de bigode) na inauguração da agência Caixa – Foto: Vanusa de Jesus/Diário Bahia

O prefeito de Itabuna estaria retaliando o BB porque em dezembro o gerente da agência que funciona no Centro Administrativo Firmino Alves se negou a cumprir decisão de primeira instância que liberava dinheiro bloqueado para pagamento de dívida do município com a Previdência Social, optando por cumprir decisão interna.

O Banco do Brasil possui três agências em Itabuna, sendo duas no mesmo endereço da Rua Paulino Vieira, no Centro, e a que Fernando Gomes quer fechar, no bairro Banco Raso.

Anúncios

1 comentário em “Lá e cá. Posicionamentos de Fernando Gomes, prefeito de Itabuna, e Herzem Gusmão, de Conquista, sobre um mesmo banco

  1. Renata Prado Silvia

    resultado: ontem, 01/07, o Banco do Brasil encerrou a Superintendencia Regional em Itabuna, mantendo a de Vitória da Conquista.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: