Exposição de pintura mostra o talento de detentos do Conjunto Penal de Vitória da Conquista

Se a sua ideia de detento/presidiário é um ser insensível que só pensa no mal e que jamais fará algo merecedor de aplausos dê uma passada no Shopping Conquista Sul entre agora e domingo. Vai ser uma ótima chance de ver o que seres humanos que cometeram erros e acabaram na cadeia podem fazer com pincéis, tintas e cores. Está acontecendo a segunda exposição do projeto Transformando com Arte, realizado pelo Conjunto Penal de Vitória da Conquista (CPVC), com o tema “A arte pode traçar novos destinos”.

A psicóloga Mércia Gonçalves, coordenadora do projeto informa que cinco reeducandos participavam da atividade, dois obtiveram alvará de soltura e três continuam. Ela diz que “além de funcionar como atividade terapêutica a pintura conta como remição na pena deles”.  São 100 telas e todas estão à venda. Segundo Mércia Gonçalves, a arrecadação será destinada 60% para as famílias dos detentos e 40% serão para a compra de insumos. “A empresa fornece o material, porém, com esta renda eles poderão usar material do gosto de cada um”, explicou.

Juiz Reno e Cp Gilberto
O juiz da Vara do Júri e Execuçôes Penais, Reno Viana, fala da importância da ação, ao lado do diretor do Conjunto Penal, capitão Gilberto José Filho.

A abertura foi na quinta-feira, muito prestigiada, com a presença de dois dos detentos, que pintavam na hora alguns quadros. Entre os convidados, o juiz de Direito Reno Viana destacou a importância da iniciativa da direção do conjunto penal, pela contribuição que dá à ressocialização dos presos. O capitão Gilberto José da Silva Filho, diretor-geral do Conjunto Penal explicou que a exposição tem o objetivo “de mostrar para a sociedade um pouco do trabalho que é desenvolvido no CPVC, tendo como meta propiciar que o reeducando possa cumprir a sua pena de forma digna e justa, retornando para o seio da sociedade devidamente capacitado e certificado”.

O Conjunto Penal de Vitória da Conquista é gerido pela empresa privada Socializa, por concessão do Governo de Estado, por meio da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap). A exposição tem a autorização da Vara de Júri e Execuções Penais de Vitória da Conquista e o apoio do Shopping Conquista Sul.


AGRADECIMENTOS AO BLOG DO ANDERSON E AO CPVC POR ALGUMAS DAS FOTOS DA MATÉRIA

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente