Herzem anuncia pagamento de um 14º salário para servidores das escolas conquistenses bem pontuadas no Ideb

Cerca de 300 servidores da Secretaria Municipal de Educação devem receber um bônus pelo desempenho de suas escolas na avaliação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) referente a 2017. O bônus está sendo chamado pelo governo municipal de 14º salário. O blog oficial do prefeito Herzem Gusmão noticiou nesta sexta-feira (18), de manhã cedo, de forma exclusiva, como tem acontecido com notícias importantes sobre ações do Chefe do Executivo conquistense.

Segundo o Blog da Resenha Geral, a prefeitura dá o ponta pé inicial em uma metodologia que leva em conta a meritocracia, ao criar o 14º salário professores, merendeiras, auxiliares, porteiros e outros servidores a disposição das escolas que alcançaram a meta do Ideb. O pagamento – diz o blog – será na próxima semana, que completa: “segundo informações, a medida foi muito bem aceita e os sindicatos Sinserv e Simmp serão convidados para o evento de reconhecimento aos profissionais que estão a disposição do ensino”.

A notícia não está nem no site oficial da prefeitura e nenhum dos sindicatos mencionados se manifestou ainda.

Conseguiram alcançar ou ultrapassar a meta do Ideb, 23 escolas, das 79 que ministram o 5º ano ou 4ª série do ensino fundamental em Vitória da Conquista, representando 29,11% do total.

Veja a relação das escolas, por ordem alfabética:

ESCOLA MUNICIPAL AFONSO HOFFMAN – Ideb: 4,1 (Meta: 4,0)
ESCOLA MUNICIPAL ANÍSIO TEIXEIRA – 5,2 (4,8)
ESCOLA MUNICIPAL BAIXA DA FARTURA – 3,9 (3,5)
ESCOLA MUNICIPAL BEM QUERER – 4,3 (4,3)
ESCOLA MUNICIPAL EUCLIDES DA CUNHA – 5,3 (4,6)
ESCOLA MUNICIPAL FAZENDA QUEIMADA – 4,0 (3,6)
ESCOLA MUNICIPAL FÉLIX PACHECO – 4,7 (4,0)
ESCOLA MUNICIPAL GUIMARÃES PASSOS – 5,3 (3,8)
ESCOLA MUNICIPAL IRMA BARBOSA – 5,2 (5,2)
ESCOLA MUNICIPAL JOHN KENNEDY – 4,4 (4,3)
ESCOLA MUNICIPAL JOSÉ RODRIGUES DO PRADO – 5,2 (4,0)
ESCOLA MUNICIPAL JUIZ DOUTOR ANTÔNIO HÉLDER THOMAZ – 4,3 (4,0)
ESCOLA MUNICIPAL JUIZ DOUTOR GILDÁSIO PEREIRA CASTRO – 4,7 (4,5)
ESCOLA MUNICIPAL MÃE VITÓRIA DE PETU – 5,0 (4,8)
ESCOLA MUNICIPAL MÁRIO BATISTA – 6,2 (4,7)
ESCOLA MUNICIPAL MIGUEL CÂNDIDO GONÇALVES – 3,6 (3,2)
ESCOLA MUNICIPAL PAULO SETÚBAL – 3,8 (3,8)
ESCOLA MUNICIPAL PÉRICLES GUSMÃO RÉGIS – 5,3 (5,0)
ESCOLA MUNICIPAL PROFESSOR JOSIAS CASAES FRANÇA – 5,0 (3,8)
ESCOLA MUNICIPAL PROFESSORA IZA MEDEIROS – 5,2 (5,1)
ESCOLA MUNICIPAL PROFESSORA RIDALVA CORREA DE MELO FIGUEIREDO – 4,6 (4.0)
ESCOLA MUNICIPAL VIRGÍLIO FERRAZ DE OLIVEIRA (4,0 (3,7)
ESCOLA MUNICIPAL ZICA PEDRAL – 5,1 (4,6)

Seis escolas que foram aprovadas no Ideb passado não conseguiram repetir o feito em 2017, três por não alcançar a meta, mesmo obtendo nota melhor, a exemplo do Centro Municipal de Educação Erathósthenes Menezes e da Escola Municipal Dr. Raimundo Bahia, e três porque o número de participantes no SAEB foi insuficiente para que os resultados fossem divulgados. Das 23 que conseguiram, 15 melhoraram as notas,

São as seguintes as cinco escolas municipais que atendem às últimas séries do ensino fundamental que obtiveram a meta do IDEB 2017:

CENTRO EDUCACIONAL MOISÉS MEIRA – Ideb: 3,5 (Meta: 3,2)
ESCOLA MUNICIPAL FIDELCINA CARVALHO SANTOS –  4,1 (meta 4,1)
ESCOLA MUNICIPAL FRANCISCO ANTÔNIO VASCONCELOS – 4.0 (3,3)
ESCOLA MUNICIPAL JOSÉ RODRIGUES DO PRADO – 3.9 (3,5)
ESCOLA MUNICIPAL PROFESSOR JOSIAS CASAES FRANÇA – 3,8 (3,5)

Uma quantidade maior de escolas que bateram a meta em 2015 ficaram para trás no Ideb 2017. O Centro Educacional Eurípedes Peri Rosa, de 3.7 para 3.1, ante uma meta de 3.9; o Centro Municipal de Educação Erathósthenes Menezes, que saiu de 4.1 para 3.3, ante uma meta de 4.3; a Escola Municipal Bem Querer, que em 2015 teve nota 5.2, ficando bem acima da meta de 4.0 e caiu para 4.0, ante a meta de 4.2; Frei Serafim do Amparo, de 4.5 para 3.1, ante meta de 4.3; Professora Edvanda Maria Teixeira, queda de 1.3, saindo de 4.9 para 3.6, ante meta de 4.0; e Zélia Saldanha: 3.7 para 3.3, com meta 2017 de 3.5. Já a escola Milton de Almeida Santos, repetiu a nota de 3.5 e ficou abaixo da meta de 3.8.

Outras sete escolas não fizeram a prova de 2015 e uma, a Escola Bem Querer, teve nota bem menor que a obtida no Ideb anterior.

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente