Leia as notícias do BLOG ouvindo bos música. Esta semana: Evandro Correia

Os leitores do BLOG podem ler as matérias e os artigos publicados diariamente ouvindo boa música, é só clicar na seta do player que está no fim da página ou da matéria, no caso de celular, ou na lateral direita, abaixo do conteúdo em destaque, ao lado da matéria. Veja a foto abaixo.

 

A partir desta terça-feira, por três dias, músicas do cantor e compositor conquistense Evandro Correia.

Cantor, compositor baiano, natural de Vitória da Conquista, Sudoeste da Bahia, nascido em 30 de abril de 1959, na Rua Duarte da Costa, Bairro Alto Maron, tendo como professor de alfabetização o Sr. Necino sanfoneiro, estudou nos colégios Adelmário Pinheiro, Maria Viana e Escola Normal. Apaixonado por futebol, mas com a música na alma, se encontrou musicalmente quando começou a participar do grupo de jovens da Paróquia São Miguel, tocando nas missas e eventos paroquiais.

Ajudante de pedreiro, office boy, sapateiro de profissão, em 1980, quando venceu o primeiro Festival Estudantil do Sudoeste da Bahia com a música “Rosa Flor”, de sua autoria, Evandro Correia assumiu a sua veia musical. Em 1982, Evandro Correia seguiu para a capital baiana onde passou a tocar na noite soteropolitana e carioca, interpretando canções da MPB e suas próprias composições dando continuidade as participações em festivais de música pelo país, como, Minas Gerais, São Paulo e Espírito Santo, sendo premiado em alguns deles. Em 1991 gravou o seu primeiro disco intitulado “Menino da Vida”, em seguida veio “Gema” (1993), “Divindade” (1997)…

São 30 anos de carreira musical, 11 Cds gravados e dois DVDs, dedicados à mais autêntica música brasileira. Hoje dono de um estilo próprio, cantor das dores e das alegrias do seu tempo, Evandro Correia percorre antigos e novos caminhos com a fidelidade de quem assimilou as influências das estradas e as transformou numa música singular, forte e coerente com o seu tempo onde o mote principal é o amor e a sua trajetória universal. (Texto do site de Evandro)

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente