Anúncios

Campeonato Baiano: Vitória da Conquista tem obrigação de vencer a Jacuipense hoje à noite

Nesta quarta-feira, às 20h30, em Riachão do Jacuípe, o ECPP Vitória da Conquista e a Jacuipense fazem um confronto direto para ver quem escapa das últimas posições e começa a respirar no Campeonato Baiano. O representante de Conquista tem 1 ponto e saldo negativo de quatro gols e o adversário tem a mesma pontuação, mas sofreu um gol a menos.

Os dois só se enfrentaram 11 vezes, sendo oito na Copa Governador do Estado e três vezes no Campeonato Baiano. São sete vitórias do Bode conquistense, três do Leão Grená e um empate. No Baianão são duas vitórias e o único empate. Na Copa foram cinco vitórias e três derrotas. O time de Riachão do Jacuípe é o que se pode chamar de freguês do Vitória da Conquista, que venceu as três últimas disputas entre os dois times, sendo uma no Eliel Martins, casa do adversário, em 2016.

No ano passado, foi o único jogo do Baianão que o Vitória da Conquista venceu em casa, pelo apertado placar de 2 a 1. Em 2016, houve empate, em partida disputada no estádio Eliel Martins, em Riachão do Jacuípe. No primeiro confronto entre as duas equipes pelo Baianão, em 2013, jogando no Lomanto Júnior, o representante conquistense venceu por 3 a 0.

Antes, Vitória da Conquista e Jacuipense já tinham se enfrentado pela Copa Governador do Estado de 2012, que não teve Vitória e Bahia. Alviverde de Conquista foi campeão e a Jacuipense foi vice. As duas equipes só se encontraram na final, com uma vitória de cada lado, mas como o Bode marcou em Riachão do Jacuípe, no primeiro jogo, 2 a 1, acabou campeão pelo placar mínimo em casa, 1 a 0.

Em 2013 os times voltaram a se encarar, desta vez na semifinal. O Vitória da Conquista, mais uma vez, começou perdendo na casa do adversário, 1 a 0. Ganhou no Lomantão por 2 a 1. Diante da igualdade, o time conquistense foi classificado para a final com o Bahia de Feira por ter feito melhor campanha na fase inicial. O Bode ficou em segundo lugar, depois de dois empates por 2 a 1. Para definir o Bahia de Feira campeão valeu a regra da melhor campanha.

Em 2014, como se já fosse uma tradição, os dois times fizeram outra final da Copa Governador do Estado. Bahia e Vitória colocaram seus times B. O Bode perdeu o primeiro por 1 a 0 e sagrou-se campeão aplicando 3 a 1 no Leão Grená. Em 2016, outra semifinal. Daquela vez o Vitória da Conquista ganhou as duas partidas, no Eliel Martins e no Lomanto Júnior, 2 a 1 e 3 a 2, indo para a final com o Jacobina, tendo sido campeão com duas vitórias, de 2 a 0 e 1 a 0.

O jogo desta quarta-feira, na casa da Jacuipense, pode significar o começo da redenção do Bode. Foi contra a Jacuipense a última vitória do campeonato do ano passado, quando já não adiantava nada. O jogo em Riachão do Jacuípe pode ser a primeira vitória do Bode este ano. E se acontecer vai adiantar tudo. Ou, pelo menos, atrasar um eventual fracasso do Vitória da Conquista no campeonato, como muita gente está prevendo.

SEQUÊNCIA DA COBRANÇA DO PÊNALTI QUE DEU A ÚLTIMA VITÓRIA DO BODE NO BAIANÃO (2018).

 


FOTO DESTAQUE: JOGADORES DE VITÓRIA DA CONQUISTA E JACUIPENSE (Lomantão, 14fev2018). CRÉDITOS DA FOTOS: GIORLANDO LIMA

 

Anúncios

Comente

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: