Anúncios
Educação

Jornada pedagógica da Secretaria Municipal de Educação homenageará Heleusa Câmara, a que sempre tinha planos

No Centro de Convenções Divaldo Franco, nos dias 11 e 12 de março, quem conheceu Heleusa Câmara em vida ou foi impactado pela emoção da sua morte, por meio das inúmeras homenagens que lhe fizeram nas redes sociais, espalhando pelo mundo a rica história de uma mulher que simbolizava a empatia e o interesse de ver o outro experimentando o sagrado direito da liberdade, poderá ver e ser parte da homenagem que a Secretaria Municipal de Educação (Smed) de Vitória da Conquista fará a ela, com um espaço para exposição de um pouco da sua história.

A professora e escritora Heleusa Câmara, falecida no dia 6 de janeiro, aos 74 anos, dedicou a vida à educação e à literatura como forma de liberdade. Implantou e foi a principal responsável pelo sucesso do Programa Nacional de Incentivo à Leitura (Proler) no município, como sua coordenadora. Também foi coordenadora e voluntária do Núcleo Letras da Vida: escritas de si que incentiva a escrita criativa e literária em presídios e junto a trabalhadores rurais e prestadores de serviço informais.

Segundo o juiz de Direito Reno Viana, da Vara de Execuções Penais de Vitória da Conquista, Heleusa era a pessoa que estava por trás de importantes projetos de ressocialização como a oficina de pintura com detentos do Conjunto Penal, que já resultou em duas exposições na cidade. Reno Viana contou ao BLOG que alguns dias antes de ser hospitalizada (ela entrou no São Vicente no dia 30 de dezembro) ele e Heleusa trocaram mensagens de WhatsApp falando de planos para 2019. “E ela, como sempre, tinha uma ideia para pôr em prática”.

O diálogo travado entre os dois, que o juiz repassou ao BLOG depois de muitíssima insistência foi este:

Reno Viana: C@ríssimxs, penso que seria fantástico se conseguíssemos identificar dentre os presos pessoas com especial inclinação para as Letras. Poderíamos tentar desenvolver uma espécie de Oficina Literária com esses presos mais talentosos, levando-os a um envolvimento mais profundo com a Literatura. O objetivo final disso seria trilhar um caminho pioneiro vislumbrado pela Profa Heleusa: a possibilidade da remição da pena pela escrita

Profa Heleusa: Tenho pensado nesta possibilidade Dr. Reno. No encontro que tive, em fins de novembro, com os detentos idosos que iam participar de um concurso, conversamos sobre a possibilidade de escreverem livremente sobre assuntos diversos, até mesmo sobre recortes da infância. Há colaboradores, entre eles, que escutam e recontam. Uma escrita colaborativa. Creio que em 2019 poderíamos iniciar este projeto.

Creio que devemos incentivar a escrita livre e criativa e lutar pela publicação, cientes de que escrever é trabalhar.”

Anúncios

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 56 anos de idade, 40 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

1 comentário em “Jornada pedagógica da Secretaria Municipal de Educação homenageará Heleusa Câmara, a que sempre tinha planos

  1. Uma mulher, simplesmente, INCRÍVEL!!!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: