Anúncios
Cultura e Arte Educação Política

Opinião | Câmara de Vereadores se apressa e gasta chance de prestar a devida homenagem a Heleusa Câmara

Em primeiro lugar, para o que BLOG afirma no título deste artigo e vai desenvolver daqui em diante não seja mal compreendido, o bairro Urbis VI, o Loteamento Morada Real e adjacências formam uma região de grande importância social e econômica para Vitória da Conquista, com uma população trabalhadora e respeitável. Todos os equipamentos públicos lá instalados merecem a melhor consideração dos políticos e autoridades municipais, inclusive merecem ter nomes representativos.

Assim dito, o BLOG reputa como apressada e um tanto quanto inexpressiva a pretendida homenagem à professora Heleusa Figueira Câmara colocando o nome dela no Centro Municipal de Educação Infantil Morada Real, já um nome muito bonito, expressivo e, a esta altura, consolidado entre moradores e usuários da unidade de educação voltada para crianças na faixa etária de 2 a 5 anos. O BLOG reconhece que os vereadores estão sendo sinceros e bem intencionados e que não há outros equipamentos públicos disponíveis para mudar o nome. Mas, haverá. Só não pode esquecer de Heleusa na hora de inaugurar.

Ao mesmo tempo em que não deixa de ver relação entre a primeira educação escolar das crianças com o trabalho educativo de Heleusa, que via na educação, na leitura, na cultura e na arte os caminhos para o crescimento humano, para a liberdade e independência, o BLOG também vê a grandiosidade do nome da professora, escritora, artista, defensora da educação e dos Direitos Humanos a merecer a fachada de um equipamento maior e com mais abrangência, de um projeto com a envergadura da atuação dela, da sua história.

O projeto de Lei Ordinária nº 6 de 2019, apresentado pela unanimidade da Câmara de Vereadores demonstra o reconhecimento dos nossos vereadores ao que Heleusa construiu, mas ainda há tempo de suspender a sua tramitação, deixando o belo nome da creche, Morada Real, e procurando algo que dê maior visibilidade à gigantesca obra de Heleusa Figueira Câmara.

Por fim, considerando que o BLOG tenha se excedido ao se meter em assunto dessa envergadura, embora não tenha a intenção de criticar por criticar ou desmerecer a legitimidade da homenagem e do papel dos vereadores, ou mesmo que a nossa observação nem seja levada em conta, deixamos aqui a sugestão para que o prefeito Herzem Gusmão deixe reservado o nome do Parque da Cidade para Heleusa, uma pessoa engajada na melhoria de Vitória da Conquista em todos os seus aspectos, o que, por si só, a faria merecedora de todas as homenagens.

Anúncios

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 56 anos de idade, 40 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

0 comentário em “Opinião | Câmara de Vereadores se apressa e gasta chance de prestar a devida homenagem a Heleusa Câmara

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: