Números da violência em Conquista | Mês de março fechou com 15 assassinatos, mas redução foi 44% em relação a 2018

Banner GIF Câmara


728x90-02-min


O resultado das ações da Polícia Militar e da Polícia Civil em Vitória da Conquista levaram à redução da violência no município desde o começo do semestre passado. No mês de março aconteceram 15 crimes violentos letais intencionais (CVLI) em Vitória da Conquista. Entre as pessoas que foram assassinadas, cinco eram mulheres, a última vítima de feminicídio praticado por seu companheiro. Valdirene Alves dos Santos, de 45 anos, foi espancada com uma bengala por Idalvo Gomes da Cunha, de 62 anos, até a morte, na Urbis V, Zona Oeste da cidade.

Os 15 assassinatos de março representam uma redução de 44% dos CVLI em relação ao mesmo mês do ano passado, quando 27 pessoas foram mortas. Na soma dos três primeiros meses, a quantidade de CVLI foi 52,7% menor que no primeiro trimestre de 2018, quando 55 pessoas foram mortas violentamente, ante 26 este ano.

Já a Área Integrada de Segurança Pública (Aisp) de Vitória da Conquista, que inclui, ainda os municípios de Anagé, Barra do Choça, Belo Campo, Boa Nova, Bom Jesus da Serra, Caetanos, Cândido Sales, Caraíbas, Condeúba, Cordeiros, Encruzilhada, Mirante, Mortugaba, Piripá, Planalto, Poções e Tremedal registrou 23 CVLI no mês e 45 no trimestre, a redução foi de 28% e 40,8%, respectivamente: no ano passado foram 32 assassinatos no mês e 76 no trimestre.

Na Região Integrada de Segurança Pública (RISP), composta por 94 municípios que fazem parte das AISPs de Vitória da Conquista, Jequié, Guanambi, Brumado e Itapetinga, a queda dos crimes violentos letais intencionais chegou a 31% no mês de março e 41,7% no trimestre. Este mês, mataram 43 pessoas no Sudoeste da Bahia, ante 168 no ano passado. Na soma dos três meses foram 98 assassinatos, enquanto em 2018 foram 168.

A região sob a jurisdição do Comando de Policiamento Regional Sudoeste (CPRSO), que tem à frente o coronel Ivanildo da Silva, foi a que mais reduziu os CVLIs entre os CPRs da Bahia nos três primeiros meses do ano, 41,7%, enquanto a redução no estado foi de 18,8% e no interior de 18,2%.

Na redução dos índices de violência em Conquista e região tem sido fundamental a atuação da 10ª Coordenadoria Regional da Polícia Civil no Interior (Coorpin), sediada na cidade. Recentemente, com o uso da inteligência, a Policia Civil fez uma expressiva apreensão de fuzis norte americanos, pistolas e farta munição, além de drogas. Vários crimes também foram esclarecidos, como no final do mês passado, em que foram elucidados três homicídios, sendo que um em menos de 24 horas.

ABRIL

Neste mês, no dia 1º, ocorreu um homicídio na zona rural do município, na Lagoa de Melquíades. Marcos Palmeira da Silva, de 25 anos, foi assassinado a tiros de espingarda pelo tio, Gildásio Palmeira da Silva, de 41 anos. O assassino fugiu e ainda não foi encontrado pela polícia.


FOTO DESTAQUE: A AÇÃO POLICIAL NA REGIÃO INCLUI A APREENSÃO DE GRANDE QUANTIDADE DE DROGAS E ARMAS

Comente