Anúncios
Política Sociedade Transporte e Trânsito

Crise no transporte | Moradores que ficaram sem ônibus farão protesto na porta da prefeitura nesta segunda-feira

Negociação visando a revisão da suspensão dos serviços em cinco linhas estava em andamento com a participação da Câmara de Vereadores, mas uma nota no Blog da Resenha Geral, com a notícia de que o prefeito mandata cancelar o contrato emergencial, apressou o fim da negociação. Segundo o Blog da Resenha Geral, por decisão de Herzem Gusmão, a Cidade Verde não terá mais ônibus nas linhas que eram da Vitória já a partir de segunda-feira (15). A empresa havia avisado ao prefeito que sairia do lote emergencial no dia 31 de maio.

 

Um grupo de moradores dos bairros e localidades de Vitória da Conquista que ficaram sem ônibus a partir deste sábado está organizando para segunda-feira (15) um protesto na porta da prefeitura. A convocação está sendo feita pelas redes sociais e relaciona as localidades de Lagoa da Flores, Morumbi, Centro Industrial, Periperi, Fazenda Paixão, Estreito, Sítio Alegre, Flora, Parmalat, Vivendas Vale das Flores, Choça, Campo das Flores, Mirassol, Cedro, Chácaras Guarani e Vila Verde, além do Pradoso, Santa Marta e Senhorinha Cairo.

As linhas foram desativadas pela Viação Cidade Verde com o argumento de que vem tendo prejuízo na sua operação, causado, de acordo com a empresa, pela falta de ação da prefeitura no combate ao transporte clandestino. Uma longa reunião ocorreu na sexta-feira (12) entre Câmara de Vereadores, Cidade Verde e a Prefeitura de Vitória da Conquista, representada pelo secretário de Mobilidade Urbana, Jackson Yoshiura, mas não houve acordo. Uma nova reunião ficou marcada para o fim da tarde, para a apresentação de um posicionamento dos donos da Cidade Verde, mas uma nota no Blog da Resenha Geral teria apressado o fim a toda negociação.

Segundo a nota, antes da reunião convocada pela Câmara de Vereadores, para a qual enviou o secretário Jackson Yoshiura, o prefeito Herzem Gusmão já havia determinado o fim do contrato emergencial com a empresa de ônibus. O Blog da Resenha Geral, atribuía ao prefeito, a ameaça de que caso ocorresse a suspensão das linhas, a Viação Cidade Verde, seria avisada do impedimento de continuar operando o Lote 1, que pertencia a Viação Vitória. “A medida será aplicada imediatamente já para segunda-feira (15)”, afirma a nota.

De acordo com o blog, Herzem Gusmão tem declarado à mídia conquistense que a Prefeitura atendeu a Cidade Verde em 100% do que foi reivindicado em reuniões, incluindo o

aumento da tarifa para R$ 3,80, isenção do ISSQN e fiscalização do transporte clandestino. Herzem condenou a divulgação dos cards [pela empresa] que intranquilizaram a população. Diz o Blog da Resenha Geral que também contrariou o prefeito a reafirmação, por parte da Cidade Verde, de que poderá deixar de operar todo o Lote 1 que era da Viação Vitória [no dia 31 de maio, conforme carta ao prefeito]. “A empresa tem sido deselegante e sempre com postura ameaçadora. Já determinei providências para substituí-la”, disse Herzem ao Blog da Resenha Geral.

Anúncios

0 comentário em “Crise no transporte | Moradores que ficaram sem ônibus farão protesto na porta da prefeitura nesta segunda-feira

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: