Humor útil | Conheça as dicas de Beto para se comportar no Mundo Muderno, do trânsito ao churrasco e o cinema

Tem gente que o acha parecido com Tiago Abravanel, o ator, apresentador de TV, comediante, cantor, dublador e outras coisas todas que o talento e ter nascido neto de Sílvio Santos proporcionam. Mas, ele é mais engraçado. E inteligente. E veio antes. Tem 43 anos e o bom humor de uma criança diante de uma bandeja de brigadeiros free. E é possível que tenha feito muita gente rir em troca de risole de presunto, por isso teria virado o gordinho que foi até o ano passado e um gourmet de primeira, com especialização de comida de feira ao magret de canard, passando pelos (já chatos) hambúrgueres artesanais.

É essa a grande qualidade de Leonardo Tavares, o Léo do Buteco 512, 43 anos, um dos primeiros blogueiros conquistenses do Instagram (nunca entendemos isso de chamar de blogueiro quem tenta influenciar os outros no Instagram). Não, ele não tem zilhões de seguidores. Tem um povo que fica postando modinha, vestidinho colorido, ensinando usar batom, dando conselho para ganhar dinheiro ou pegar o gato ou a gata que viu na festa, com o dobro, talvez o triplo de gente ligada nas suas dicas. Mas, não é pouco, não: 9.835 seguidores. Número que cresce quando se leva em consideração que o Buteco 512 está no Facebook, You Tube (irresponsavelmente atrasado) e ainda mantém um blog.

Vai dizer que não se parecem. Tudo bem, que Léo é mais bonito porque nasceu antes, mas…

Lá em cima, a gente falou em talento. Léo tem. E o inquestionável talento para fazer amigos e graça poderia colocá-lo na lista dos blogueiros e youtubers que bombam nacionalmente. Mas, Léo tem mais coisa para fazer. Como não vive (ainda) disso, ocupa parte do tempo trabalhando. Não que gravar vídeos engraçúteis e sugerir onde comer sem gastar a grana toda não dê trabalho, não ocupe tempo mental e “de relógio”, porque ocupa a pessoa, sim. É que não é o ganha pão dele. Poderia ser, o BLOG (quando é com letras maiúsculas e negrito é este AQUI), acredita que ainda dá tempo. Uma dessas blogueirinhas (é assim que se fala, não é?) famosas pode ser parceira. Um digital influencer com mais uns milhares a mais de seguidores. Beto diria, “sem parceria não dá, não dá!”.

Mas, por enquanto, o Buteco 512 caminha para os 10.000 (escrevemos com os zeros porque dá uma dimensão melhor do que são dez mil) seguidores. Não duvidamos que logo, logo, ele passe. Porque quem está levando Léo e o Buteco 512, agora, é Beto e seu Manual do Mundo Muderno. Uma ideia massa. Léo não diz que é inédita, mas ele faz ser única. É uma coisa agridoce (para beirar uma linguagem que o Buteco entende), mistura de dicas de como se comportar no mundo que dividimos com outras pessoas com muita graça, uma piada séria. Não é o politicamente correto, é o básico da educação em ambientes coletivos, no trânsito, etc. E isso com aqueles palavrões que todo mundo diz e torna a narrativa mais engraçada. Por isso chamamos de engraçúteis. Capisce, agora? Beto é a pegada da hora. Uma coisa a mais de Léo Tavares.

O próprio Léo explica como começou isso.

“Enquanto fazia as caminhadas durante a quaresma invertida, vi um vídeo do Whindersson Nunes em que ele fazia uma ‘reunião de condomínio’ dentro da cabeça dele… Aí, baixei o snapchat pra usar os filtros. Tomei gosto e comecei a fazer personagens. Os seguidores curtiram mais o Beto, que veio a ter esse nome porque tenho um vizinho que só me chama de Beto, mas ele chama com tanto gosto que eu não o corrijo. Beto é o personagem fanho mais querido do meu insta.

[Para fazer] uso outros filtros, às vezes, com vozes diferentes e personalidades, mas só o Beto é constante. Tem um meme com as dicas do churrasco e achei legal fazer um vídeo com isso. A galera gostou tanto que toda sexta lanço um assunto novo, sempre com manual de boa maneiras para o século 21. Na verdade, é sempre uma zoação, com muito humor… mas, sempre com um fundo de verdade e aquela velha cutucada na galera.”

O BLOG adorou.

Cinema não é lugar de ter DR. Não faça isso! Quer conversar, fique na praça de alimentação. No churrasco, não leve cerveja barata e fique tomando da mais cara. Se você bebe igual a um Opala, não leve somente seis latinhas. Seu carro não é o Pacman, tira a  p.. do carro do meio da pista, porque essa linha tracejada aí no meio não é para comer. Conquista é a Suiça baiana, não é a Nova Deli baiana e não é a Londres baiana, ou seja, anda do lado direito da pista. 

Mas, o BLOG adorou ainda mais a cara de Beto. Veja um episódio. Os demais estão no Instagram de Beto, ops, do Buteco 512.

Comente