Violência | Vitória da Conquista chega ao 11º assassinato em abril. No ano são 36 mortos.

O agente patrimonial da Prefeitura de Vitória da Conquista, Sidnei Tavares Teixeira, de 35 anos, foi a 11ª vítima da violência na cidade este mês. Ele estava jogando dominó com amigos na rua Antônio Nascimento, no bairro Cruzeiro, quando foi atingido por tiros e morreu no local. Everton Patrick Dias, de 28 anos, foi baleado na perna e Leandro Santos Pereira, 37 anos, levou um tiro na mão. Os dois foram hospitalizados.

Há relatos de que Sidnei Tavares teria sido morto por engano. O alvo seria o irmão dele, que tinha acabado de sair do local. Sidnei teria se sentado na mesma cadeira. Ainda não há informação de quantas pessoas praticaram o atentado.

Sidnei era muito conhecido e considerado uma pessoa correta e muito simpática no ambiente do trabalho e com amigos. Ele era casado e pai de dois filhos menores.

Com a morte de Sidnei Tavares Teixeira a quantidade de crimes violentos letais intencionais (CVLI) no ano de 2019 no município de Vitória da Conquista chega a 36. Em janeiro foram seis pessoas assassinadas, cinco em fevereiro e 15 em março.


Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente