Anúncios
Geral Sociedade

Novo perfil no Instagram defende médico acusado de assédio sexual contra pacientes em Conquista

900x100.Banner-MadeireiraSudoeste-Cancelas


 

Denunciado de assédio sexual por um grupo de mulheres que usaram um perfil no Instagram, o médico ginecologista Orcione Ferreira Guimarães Junior, 40 anos, também criou uma conta no aplicativo para se defender das acusações. O perfil @digasimaverdade (Diga sim, a verdade) foi criado ontem (quarta-feira, 15) e às 18h20 de hoje tinha 293 seguidores e 16 posts, onde pacientes comentam como foram tratados pelo médico e o defendem as acusações.

São capturas de tela (chamadas de prints) de depoimentos de mães feitos em contas de Instagram, dois vídeos com mulheres falando, uma delas acompanhada do marido e até um clipe da música Restitui, de Davi Sacer e Ton Carfi, que tem versos como este: “Os planos que foram embora, o sonho que se perdeu, o que era festa e agora é luto do que já morreu. Não podes pensar que este é teu fim, não é o que Deus planejou. Levante-se do chão erga um clamor”.

O perfil @digasimaverdade também traz as fotos de dois documentos emitidos pelo hospital Unimec, onde Orcione Júnior trabalha desde 2010, e pelo Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (CREMEB), órgão supervisor da ética profissional no estado. O primeiro é uma declaração de que não existe registro no hospital de nada que desabone a conduta do médico. O outro é uma certidão de antecedentes éticos, em que a entidade diz que nos seus arquivos também não consta o que conteste a conduta ético-profissional dele.

Nas postagens das declarações comentam 16 pessoas, sendo um homem. Juntas as duas receberam 260 curtidas. No total, o perfil teve 275 curtidas. Em um dos vídeos, em que o médico aparece entre um casal, sem identificação, o marido diz que como pai de família “se sentiu no lugar dele, aí eu vim dar um apoio aqui”. A mulher afirma que recebeu um atendimento e que não tem nada de mal a dizer do médico. Em outro, a paciente diz que Orcione Júnior sempre a tratou com todo o respeito e com o profissionalismo que é digno de um médico”.

O CASO

O médico Orcione Ferreira Guimarães Junior está sendo acusado por, pelo menos, 24 mulheres de tê-las assediado sexualmente em seu consultório, durante consultas e exames. A denúncias começaram a surgir depois que uma das supostas vítimas criou um perfil no Instagram para contar pelo que teria passado. O perfil chegou a quase 7.500 seguidores e tornou o caso conhecido não apenas em Vitória da Conquista, mas com repercussão nacional. O médico nega. O advogado dele, Paulo de Tarso Magalhães David disse em entrevistas que o cliente está sendo vítima de um linchamento público. Paulo de Tarso comentou que nada vai ajudar a refazer a vida do médico e da família dele, que estão arrasados.

As mulheres procuraram a OAB, que colocou as comissões de Defesa da Mulher e da Mulher Advogada para tomar providências. A Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM) deu início a uma investigação e já ouviu cerca de 15 mulheres. Todas confirmam as denúncias que fizeram no Instagram e na OAB. Duas deles gravaram entrevista para a TV Uesb e narraram as situações que passaram. Consta que muitas passaram a sofrer com problemas emocionais depois das situações vividas no consultório do médico, incluindo síndrome do pânico e dificuldade para manter relações sexuais. Falam em dor e sofrimento irreparável.


Banner GIF Câmara

Anúncios

0 comentário em “Novo perfil no Instagram defende médico acusado de assédio sexual contra pacientes em Conquista

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: