Anúncios

Via 11 entrega primeira etapa do Plano de Circulação Viária contratado pela Prefeitura de Conquista

Contratada para realizar o estudo, diagnóstico e apresentar soluções para os problemas da mobilidade urbana em Vitória da Conquista, a VIA 11 Consultoria, Estudos e Projetos de Mobilidade Urbana entregou a primeira parte do Plano de Circulação Viária ao prefeito Herzem Gusmão e ao presidente da Empresa Municipal de Urbanização de Conquista (Emurc), Luís Paulo Santos. Além da assessoria técnica na visando as ações e intervenções que a Emurc deve fazer na área urbana, a Via 11 também vai elaborar o Plano de Transporte, documento que ser balizador da nova concorrência para a contratação da empresa de ônibus que operará as linhas do Lote 1, que eram da Viação Vitória.

O relatório inicial apresenta uma análise de toda a mobilidade urbana em Vitória da Conquista, apontando o diagnóstico dos seus pontos mais críticos. Em um segundo encontro, que deve acontecer no mês de julho, serão desenhadas alternativas para lidar com os problemas.

Prefeito e equipe discutem modificações no trânsito com a Via 11

De acordo com o prefeito Herzem Gusmão, a elaboração do Plano de Circulação Viária mostra que a Prefeitura não vem agindo com improvisos. Ele destaca que todo esse trabalho converge para a filosofia do governo municipal de preparar Vitória da Conquista para o futuro, tendo como meta o ano de 2040, quando a cidade completa 200 anos de emancipação política. “Essas intervenções são necessárias, para que a cidade possa fluir com mais rapidez, se tornar uma cidade mais agradável, uma cidade para pessoas”, projeta Herzem.

ACESSIBILIDADE

Segundo o engenheiro Eloy Kockanny, representante da Via 11, o Plano de Circulação Viária aborda todas as questões relativas à via pública, ao trânsito e à sinalização”. Um dos resultados dessa análise é possibilitar o planejamento de uma cidade mais fluida para os pedestres e os veículos. O especialista em circulação viária comentou que há modificação necessárias no trânsito de veículos, mas também quanto aos espaços de pedestres. “A questão de acessibilidade na cidade é bastante séria; uma cidade com calçadas estreitas, postes. Então, na área central, tem uma série de intervenções que vão ser propostas para melhorar a questão da acessibilidade”, exemplificou Kockanny.

O estudo foi encomendado pela Empresa Municipal de Urbanização (Emurc), a um custo de R$ 760 mil, em um contrato previsto até o dia 21 de novembro. Para o presidente da empresa, Luís Paulo Santos, “os primeiros resultados já mostram o que precisamos fazer para uma cidade melhor. Estamos confiantes de que vamos implementar as melhorias assim que os trabalhos forem concluídos”, avalia.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO.

PLANO DE TRANSPORTE

Além dos estudos sobre circulação viária, a Via 11 Engenharia também se encarregará do diagnóstico e estudo de viabilidades para o transporte público na cidade, contratada que foi pela Fundação Politécnica, encarregada de elaborar o Plano Municipal de Mobilidade Urbana.

“O Plano de Transporte vai ajudar a gente a conhecer a realidade atual do transporte público de Vitória da Conquista, quais são e onde estão concentradas as demandas do nosso município; para que a gente possa agora, a partir desse estudo, reformular todo o sistema”, explica o secretário de Mobilidade Urbana, Jackson Yoshiura.

Segundo a Prefeitura, até o mês de setembro, o Plano de Circulação Viária e o Plano de Transporte já devem estar concluídos. Eles representam os estudos iniciais para a elaboração do Plano Municipal de Mobilidade Urbana.

Anúncios

Comente

%d blogueiros gostam disto: