Aconteceu em Itabuna: tiroteio colocou em pânico professores e alunos de escola

 

 

As fotos são de uma sala de aula do Grupo Escolar Municipal Pedro Jerônimo, no bairro do mesmo nome, em Itabuna. Foram feitas na manhã de ontem (segunda-feira, 19), enquanto do lado de fora acontecia um tiroteio entre gangues rivais pelo controle do tráfico de drogas na região. Professores e alunos foram obrigados a ficar agachados como forma de se proteger de balas perdidas. As imagens já correram o mundo. O Pedro Jerônimo é um bairro popular e populoso de Itabuna e um dos mais afetados pela crescente violência que perturba a cidade.

Segundo a Secretaria Municipal de Educação de Itabuna (SME) as rondas policiais foram intensificadas no bairro, mas nenhum dos envolvidos no tiroteio foi identificado. Também não há informações, segundo a Polícia Militar, de estar acontecendo “toque de recolher” no bairro ou nas imediações. Apesar disso, orientação repassada pela Polícia Militar, de acordo com a imprensa local, é para que a população evite situações em que possa se tornar possíveis alvos, ou seja: prevaver-se como puder, “até que a Polícia Militar esteja segura de que a situação está controlada”.

A secretária municipal da Educação, professora Nilmecy Gonçalves, lamentou a situação e disse que “é inaceitável que esse tipo de ocorrência aconteça em nossa cidade, a ponto de interferir diretamente no cotidiano de uma escola de Educação Infantil”. A secretária diz o que é pensamento da maioria dos moradores de Itabuna: “A imagem de crianças da Escola Pedro Jerônimo todas abaixadas, com medo dos tiros não é a imagem que queremos para as nossas escolas”. Ela falou do esforço conjunto das autoridades para tentar impedir que episódios como o de ontem se repitam. “Juntos, forças de segurança, Prefeitura, Secretaria da Educação e sociedade estarão unidos para que esse tipo de situação não volte a acontecer”, confia Nilmecy.

Texto construído com informações dos blogs: IPolítica, Políticos do Sul da Bahia, Pimenta, Na Chapa Quente e do site oficial da Prefeitura Municipal de Itabuna.

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente