Vitória da Conquista | Feira e exposição de outubro oferecem chance de conhecer melhor as orquídeas

Faltam poucos dias para começar um dos eventos de maior beleza de Vitória da Conquista. Nos dias 4, 5 e 6 de outubro, acontecerá mais uma edição da Feira e Exposição de Orquídeas (Expofeira). O evento acontece há mais de dez anos e é promovido pela Associação de Orquidófilos de Vitória da Conquista (Acor). A feira já entrou no calendário do município e conquistou uma abrangência nacional pela qualidade na organização e excelência das orquídeas expostas. A ação permitirá a aquisição de plantas de beleza fabulosa além de saúde impecável.

A Feira e Exposição de Orquídeas movimenta a cidade recebendo um público não apenas da região Sudoeste, mas também de outros estados do Brasil. São colecionadores, comerciantes ou simplesmente apreciadores das espécies.

MISSÃO SOCIAL E EDUCATIVA

Neste ano, o evento acontece com uma forte missão social, de utilidade pública. O mês de outubro foi escolhido não sem propósito numa adesão à campanha nacional de prevenção ao câncer de mama, o Outubro Rosa. Outra ação social é focada na arrecadação de leite em pó durante os três dias, que será destinado à Casa do Amor, instituição que apoia pacientes oncológicos dando suporte também aos seus familiares, com apoio material e psicológico.

Além de exposição e feira, serão oferecidos cursos gratuitos sobre cultivo e cuidados com orquídeas. Quem quiser, pode levar suas plantas para serem analisadas por técnicos especialistas, que estarão orientando como melhor cuidar das orquídeas para uma floração viçosa.

O evento será mais uma vez na Praça do Gil, que já se tornou o lugar de referência e harmônico com o meio ambiente. A exposição contempla plantas dos associados e pessoas interessadas poderão se tornar participantes da associação.

A MÍSTICA DAS ORQUÍDEAS

Muito se admira e pouco se sabe sobre as orquídeas. São muitos mistérios que circundam este universo, espécies que vegetam em florestas e matas virgens, o que acaba por atrair curiosos. Além dos admiradores leigos, existem os apaixonados, os orquidófilos, pessoas especializadas no cultivo e no estudo de orquídeas. Profissionais que produzem e fornecem plantas e os que cultivam como um passatempo e também são responsáveis por descobrir novas espécies. Os produtores de orquídeas já desenvolveram mais de 150 mil híbridos diversos dessas plantas.

Segundo o presidente da ACOR, Raimundo Reys, “graças à ciência, aos avanços tecnológicos as orquídeas se tornaram financeiramente acessíveis no mundo todo. Antes, chegavam a ter preços mais exclusivos; existem as mais populares e na Europa, elas estão entre as mais vendidas”. Ainda segundo Raymundo, diferente das rosas, por exemplo, é difícil desidratar (ou secar) as flores de orquídeas. Elas exigem um processo mais lento, e geralmente perdem a cor original.

As orquídeas sempre tiveram uma aura de sensualidade, devido ao seu formato, beleza, simplicidade e, às vezes, até à arrogância no formato de suas flores. O nome orquídea vem do grego órkhis, que significa testículo, e eidos, formato, resultando em forma de testículos. Isso porque a primeira orquídea descoberta e descrita foi do gênero Orchis, que tem formato de dois tubérculos. As outras que foram sendo descritas, posteriormente, não tinham o mesmo formato, mas mantiveram a grande “sensualidade”. A maioria das orquídeas não são comerciais e estas que não conseguem entrar no mercado são cultivadas por colecionadores, normalmente leigos, porque os grandes orquidários comerciais só produzem e reproduzem as plantas do seu interesse.

Existem algumas plantas que são usadas para decorar pratos e também não podemos esquecer da Vanilla, uma espécie de orquídea que resultou em um dos mais famosos aromatizantes, a baunilha. Diversas orquídeas têm formatos de insetos como forma de serem polinizadas: elas atraem as mariposas (ou outros insetos em caso de espécies diferentes), que acreditam estar acasalando, e acabam promovendo a polinização. É o caso da relação entre a orquídea abelha e o inseto que lhe deu nome. Na natureza, a extinção desses insetos pode levar à extinção das orquídeas. Nenhum outro animal é capaz de promover a polinização.


TEXTO E FOTO DE RAIMUNDO REYS: ROSSANE NASCIMENTO

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

1 thought on “Vitória da Conquista | Feira e exposição de outubro oferecem chance de conhecer melhor as orquídeas

  1. Muito bom o texto sobre orquídeas e parabėns por fazer a campanha do leite em pó para Casa do Amor. Tenho interesse em aprender mais sobre orquídeas e ser membro da Associação

Comente