Anúncios

Caixa tenta ajudar a convencer vereadores a autorizar Prefeitura a tomar empréstimos de R$ 60 milhões

BANNER 1000X120 PX

Uma reunião hoje à tarde na Superintendência da Caixa será mais uma oportunidade que o prefeito Herzem Gusmão terá para convencer os vereadores a votar a autorização de mais dois empréstimos junto à instituição financeira, em menos de um ano. A convite da Caixa, vereadores conhecerão detalhes do programa Financiamento à lnfraestrutura e ao Saneamento – Finisa, na linha Iluminação, da qual a administração municipal quer R$ 10 milhões emprestados, e do Finisa tradicional, para o qual a solicitação é de R$ 50 milhões.

Segundo o Blog da Resenha, o único a noticiar o encontro desta tarde entre Caixa, prefeito e vereadores, a finalidade do encontro é discutir a possibilidade de a Prefeitura ampliar o empréstimo junto à Caixa, para investimento na Zona Rural, tendo como alvo principal a realização de obras para amenizar o sofrimento de regiões onde a seca predomina. Segundo o blog, a vegetação da zona rural do município é 80% semiárido e os recursos serão aplicados em novos açudes, aguadas e sistemas simplificados de água.

A questão é que o projeto de lei de número 15, enviado por Herzem à Câmara, não explicita as regiões e projetos em que os recursos serão empregados, apenas mencionando, de forma genérica, que serão “destinados a financiar programas de investimentos, com abrangência em pavimentações, drenagens e melhorias do sistema viário, requalificação de equipamentos esportivos e ampliação do aterro sanitário, do município de Vitória da Conquista”. O aterro já consumiu cerca de R$ 6 milhões do primeiro empréstimo de R$ 45 milhões. Na mensagem que acompanha o projeto, o prefeito cita o Estádio Murilão e o Ginásio de Esportes Raul Ferraz como equipamentos que serão reformados com o dinheiro da Caixa.

A matéria do Blog da Resenha anuncia que “existe expectativa de que o encontro garantirá mais investimentos para Vitória da Conquista”, o que pode ser entendido, em breves palavras, que o prefeito Herzem Gusmão acredita na capacidade de convencimento do pessoal da Caixa para persuadir os vereadores da importância do projeto.

OS EMPRÉSTIMOS

De acordo com os projetos de lei ordinária 14 e 15 que estão sendo disutidos na Câmara de Vereadores, o prefeito Herzem Gusmão enviou cartas consultas à Caixa pleiteando dois financiamentos, o primeiro no valor R$ 10 milhões, para aplicar em melhoria da iluminação da cidade, com a “substituição de lâmpadas e luminárias convencionais (vapor de sódio, vapor de mercúrio, mista e vapor metálico) por luminárias com tecnologia de Diodos Emissores de Luz (LED). O empréstimo tem carência de 12 meses e poderá ser pago em seis anos (72 meses). Como garantia a Prefeitura dá cotas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

O outro empréstimo (o terceiro, considerando o de R$ 45 milhões que já foi tomado) seria de R$ 50 milhões, para obras de “infraestrutura nas mais diversas áreas, como recuperação de canais de drenagem, pavimentação de ruas, recuperação de equipamentos esportivos, como por exemplo, o conhecido “Estádio Murilão” e o Ginásio de Esportes Raul Ferraz” e para mais uma célula no aterro sanitário, “tendo em vista os altos custos de gestão, manutenção e ampliação desse sistema”. Os R$ 50 milhões seriam pagos após 24 meses de carência, em oito anos (96 meses), também com a garantia para do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Anúncios

Comente

%d blogueiros gostam disto: