Geddel e Lúcio Vieira Lima serão julgados amanhã no STF pelo caso das malas de R$ 51 milhões

BANNER 1000X120 PX

Está marcado para esta terça-feira (24) o julgamento, pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), dos irmãos Geddel e Lúcio Vieira Lima (MDB-BA) no caso dos R$ 51 milhões apreendidos em um apartamento em Salvador, no dia 5 de setembro de 2017, na ação Tesouro Perdido, desdobramento da operação Cui Bono, que investigava fraudes na liberação de créditos da Caixa Econômica Federal, da qual Geddel foi vice-presidente de Pessoa Jurídica, entre 2011 e 2013, durante o governo de Dilma Rousseff. No governo Temer, ele foi ministro da Secretaria de Governo.

As caixas e malas de dinheiro foram encontradas pela Polícia Federal em um apartamento na Rua Barão de Loreto, no bairro da Graça, em Salvador. O apartamento teria sido emprestado ao ex-ministro para que guardasse os pertences do pai, já falecido. Durante as investigações sobre Geddel, surgiu a suspeita de que ele estava usando o local para esconder provas de atos ilícitos e dinheiro em espécie.

O ex-ministro dos governos Lula e Michel Temer está preso desde 2017. O irmão dele foi beneficiado pelo foro privilegiado porque era deputado federal, mas não foi reeleito. Geddel e Lúcio se tornaram réus em maio de 2018 pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Os ministros do STF decidirão se Geddel e Lúcio serão condenados ou absolvidos. A defesa dos dois pediu o adiamento do julgamento, mas não conseguiram. A Segunda Turma é composta por Cármen Lúcia, Celso de Mello, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Edson Fachin. No julgamento desta terça-feira, os ministros da Segunda Turma também decidirão se Geddel ficará preso. Ele pede liberdade ou transferência para Salvador.

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente