Anúncios

Conquista | Autorização para Herzem tomar mais dois empréstimos na Caixa vai demorar, mas deve sair

O vereador Rodrigo Moreira (PP), que foi eleito na oposição, mas se diz independente, se alinhou hoje (16) à bancada da situação e afirmou que vai votar favorável à autorização para que o prefeito Herzem Gusmão tome dois novos empréstimos do Finisa na Caixa Econômica Federal, de R$ 50 mihõe. O posicionamento de Rodrigo aumenta as esperanças do vereadores que apoiam o governo de aprovação dos projetos. Os pareceres da Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final já são pela aprovação. A votação dos pareceres deveria ter acontecido na sessão desta quarta-feira, mas o prefeito solicitou a retirada do regime de urgência e a decisão foi adiada.

A retirada do regime de urgência foi um pleito da bancada de oposição, que quer conhecer o detalhamento dos investimentos antes da decisão final. De acordo com a líder Márcia Viviane Sampaio (PT), a bancada vai organizar reuniões nas comunidades para debater a conveniência dos empréstimos. “A solicitação da retirada do regime de urgência foi da bancada de oposição. Solicitamos, ainda, um novo parecer com detalhamento das obras em cada bairro e vamos dialogar com as comunidades”, explicou Viviane.

O líder do prefeito na Câmara Municipal, Edivaldo Ferreira Júnior (MDB), defendeu o empréstimo. Relacionou algumas obras que serão feitas com os R$ 50 milhões (os outros R$ 10 milhões serão para iluminação) e disse que o prefeito Herzem Gusmão tem sido transparente e dialogado com os vereadores sobre a importância dos projetos. “Dentre as obras que serão realizadas, nós temos a reforma do Murilão e a reforma do Ginásio de Esportes Raul Ferraz. O Poder Executivo tratou essa discussão com a maior transparência, todos os requerimentos foram cumpridos”, disse Edivaldo.

Além de Edivaldo Ferreira Júnior e Rodrigo Moreira, que antecipou o voto, também falaram na sessão desta quarta-feira em favor da autorização para que Herzem possa tomar os empréstimos os vereadores Luís Carlos Dudé (PTB), Jorge Bezerra (SD), Lúcia Rocha (DEM), Edjaime Rosa Bibia (MDB), Hermínio Oliveira (Cidadania) e Álvaro Pithon (DEM). Estão na conta de que votarão a favor, aguardando confirmação (ou negativa): Dênis do Gás (PSC), Osmário Lacerda (MDB), Luciano Gomes (PR), Adinilson Pereira (PSB) e Sidney Oliveira (República).

Com a mudança do regime de urgência para o que implicará em adiamento da votação final ganham tempo os dois lados: o prefeito Herzem Gusmão que deve intensificar as conversas para tentar garantir os votos que necessita para a autorização dos empréstimos (2/3 ou 14 vereadores, no mínimo); e a oposição, pelo motivo contrário e para buscar apoio externo à intenção de negar o pedido do prefeito. Ou se convencer de que é bom para a população. Isso será conhecido em cerca de três semanas.

 

Anúncios

Comente

%d blogueiros gostam disto: