Anúncios

PC do B lança oficialmente Fabrício pré-candidato a prefeito de Vitória da Conquista. Tempo dirá se mantém

O deputado estadual Fabrício Falcão (PC do B) teve seu nome confirmado como pré-candidato a prefeito de Vitória da Conquista. O partido repete 2012 e 2016, sendo que em 2012 a pré-candidatura foi retirada em favor da aliança com o PT ainda no primeiro turno, quando o candidato foi Guilherme Menezes. Na época, o partido comunista optou por negociar crescimento dentro do governo. Em 2016 Fabrício foi até o fim do primeiro turno e obteve 11.502 votos. No segundo, apoiou o candidato do PT, que foi derrotado por Herzem Gusmão (MDB).

A oficialização da pré-candidatura do deputado se deu na Conferência Municipal do PC do B, ocorrida na sexta-feira (18). Na oportunidade, ele também foi escolhido presidente do partido. É a primeira vez que Fabrício Falcão assume a função.

Em discurso, Fabrício abordou problemas que necessitam de uma gestão pública mais aberta ao diálogo e defendeu uma maior participação dos segmentos sociais nas discussões sobre o município. O novo presidente do PC do B de Vitória da Conquista também apontou metas audaciosas, como eleger até cinco vereadores no município.

Além de militantes e filiados, participaram da conferência os deputados federais Alice Portugal e Daniel Almeida. Alice afirmou que Fabrício “sabe enfrentar dificuldades” e que é um “trator” para trabalhar. A parlamentar ainda fez um panorama do cenário nacional e frisou que as conferências que estão sendo realizadas pelo partido são fundamentais para enfrentar os retrocessos do governo Bolsonaro.

Já Daniel Almeida fez um chamado à união das forças progressistas para o enfrentamento ao governo de Jair Bolsonaro. Ele também endossou a pré-candidatura a prefeito e lembrou que, nas últimas eleições municipais, Fabrício enfrentou debates e apresentou propostas consistentes para o município.

Também estiveram presentes à conferência representantes do PSB e PT, empresários, sindicalistas e movimentos sociais. Na mesa, os únicos não pertencentes ao PC do B foram o empresário José Maria Caires, ligado ao PSD e apontado como um dos principais articuladores de uma candidatura fora da lista conhecida, na qual se inclui Fabrício, e o filho do ex-vereador e ex-secretário do governo Herzem Gusmão, o advogado Rafael Nunes, que, apesar de identificado com a centro-direita, firmou posição contra Herzem Gusmão e já demonstrou disposição para apoiar candidaturas da esquerda pelo interesse de derrotar o prefeito.


COM INFORMAÇÕES E FOTOS DA ASSESSORIA DO PCdoB

Anúncios

Comente

%d blogueiros gostam disto: