Anúncios
Política Sociedade

Título de Cidadão Conquistense entregue hoje. Ministra Damares ficou fora, vice-presidente Mourão entrou


Tradicionalmente, na semana de aniversário da cidade, a Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista faz uma festa para a entrega de títulos honorários de cidadão conquistense. Este ano são 44 contemplados, sendo 42 indicados pelos 21 vereadores e dois pela Mesa Diretora. Os agraciados, em sua maioria, são pessoas que mudaram para a cidade e aqui prestam serviços relevantes à comunidade. Há professoras, empresários, jornalistas, policiais, médicos, advogados, funcionários públicos, religiosos e, porque não poderia deixar de ser, políticos. O evento acontece no Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima.

O critério primário da homenagem leva em conta a escolha de Vitória da Conquista feita por essas pessoas que passam a morar e atuar na cidade. No site da Câmara um texto define: “O Título de Cidadão Conquistense tem a finalidade de reconhecer a relevância dessas pessoas. Os homenageados representam as pessoas que vieram de outras cidades para contribuir com o desenvolvimento de nosso município. Algumas dessas pessoas se identificam com a cidade, desenvolvem por ela amor o suficiente para trazer benefícios e já são considerados filhos da terra, ajudando a construir a nossa história de 179 anos”.

Entre os homenageados está, por exemplo, o comerciante Josemir Ferreira da Silva, o popular Josa, do Bar Cai 1. Mora em Conquista desde 1979, ano em que atuava vendendo redes de balanço, tapetes, almofadas e outros itens na feira-livre, até que abriu o bar, por sugestão da esposa, Graça. Josa é conhecido pela simpatia, que acabou por tornar o Cai 1 um dos pontos mais frequentados de Vitória da Conquista, espaço onde se realizam negócios, se articula política, se conversa sobre a cidade, confirmam-se paixões e amigos e famílias se encontram em ambiente de respeito e confraternização. Com 40 anos da cidade, Josa é um dos merecedores de ser considerado conquistense com o título honorário. (Na fotos, Josa com o filho Naldo, que mantém o Cai 1 entre os mais queridos da cidade e com dois dos netos. A primeira foto é de matéria do site de Rejane Martinet/Personnalité).

Promotor José Junseira

Assim como Josa, dezenas de conquistenses de coração, que adotaram a cidade e foram adotados por ela, recebem a justa homenagem pela relevância de sua contribuição para o desenvolvimento econômico, social e cultural de Vitória da Conquista. Citamos, por falta de espaço para citar todos, os freis Delvair Santos Matos e Paulo José dos Santos Sampaio; o pastor Eli José; o 1° sargento da Polícia Militar, Antônio Carlos Gomes dos Santos; o médico ortopedista Renê Robles Martins de Matos, a pedagoga e educadora Edméa Prates Maia; o engenheiro e ex-secretário municipal Fernando Gomes de Oliveira e o promotor de Justiça, José Junseira Almeida de Oliveira, um dos principais nomes do Ministério Público Estadual em Vitória da Conquista, conhecido pela sua intelectualidade, seriedade e defesa da justiça, além de especialista em Meio Ambiente e mestre em Ciências Ambientais.

Representando – e muito bem – a categoria dos jornalistas, passam a ser cidadãos conquistenses o âncora da TV Sudoeste Judson Almeida, o repórter Mário Bittencourt e o chefe de jornalismo da Tv Sudoeste Eduardo Lins.

Mas, além dessas pessoas que vivem em Vitória da Conquista e aqui atuam profissionalmente há homenagens a políticos, alguns dos quais nem pisam na cidade ou daqui só tiram vantagem.

Entre os 44 homenageados que recebem o título em solenidade na noite desta quarta-feira (6) o BLOG identificou seis políticos: o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, os deputados estaduais Marcell Moraes (PSDB) e José de Arimatéia (Republicanos), os deputados federais João Bacelar (PL) e Alex Marco Santana (PDT) e o ex-candidato a vereador Chico Estrela (PSDB).

Destes nomes, o mais presente, além de Chico Estrela, que mora aqui desde criança e é uma personalidade do esporte muito popular na cidade, é José de Arimatéia, com diversas participações em eventos e articulador de emendas para o município. Dos políticos, só Chico prestigiará a solenidade que os prestigia com o honroso título de cidadão da terceira maior cidade da Bahia e uma das 100 maiores do país. O deputado Arimatéia já recebeu o dele, em uma audiência pública promovida pelo vereador Sidney Oliveira, seu correligionário e autor da concessão, no dia 10 do mês passado. Os demais não virão, por compromissos mais importantes

Marcell Moraes conseguiu expressiva votação em 2018 fazendo eventos para animais domésticos e depois da eleição só voltou à cidade para um baile de carnaval com pets. Até o escritório político que tinha na cidade, ele fechou. A indicação é do vereador Cícero Custódio (PSL).

Considerando a importância do cargo, a celebridade da festa deste ano seria o vice-presidente da República, o general Hamilton Mourão. Mas, ele não veio. Não é exagero dizer que de Conquista Mourão só saiba que é a cidade da polêmica do aeroporto, onde o presidente Bolsonaro esteve.

O deputado e pastor da Assembleia de Deus, Alex Marco Santana está em primeiro mandato. Graças a sua liderança religiosa saiu de suplente de vereador de Salvador para a Câmara de Deputados. Teve 1.526 votos em Conquista em 2018 e é autor de uma emenda de R$ 500 mil para a saúde básica no município. A indicação é do vereador Adinilson Pereira (PSB).

O deputado João Carlos Paolilo Bacelar Filho é um dos poucos conhecidos, justamente porque quase nunca aparece aqui. Na eleição de 2018 obteve 1.705 votos, praticamente sem campanha, graças ao apoio do vereador Luciano Gomes, que é do mesmo partido dele, o PL. Na justificativa para a concessão do título, Luciano disse que João Bacelar “tem uma história política com a cidade de Vitória da Conquista, onde tem colocado emendas para realização de obras, principalmente no distrito de Cachoeira do Jiboia”.

No mês de abril, o presidente da Câmara de Vereadores esteve em Brasília e informou à ministra Damares Alves que ela seria homenageada com o título de cidadã conquistense, mas a ministra, que morou em Vitória da Conquista quando era criança, acabou fora da lista. Em compensação, para o governo federal não ficar sem representação, entrou o vice-presidente, com indicação de David Salomão (PRTB) com os votos de quase todos os vereadores, incluindo os do PT, à exceção de Márcia Viviane e da bancada do PCdoB, Nildma Ribeiro e Danilo Kirimbamba. Cícero Custódio (PSL) e Rodrigo Moreira (PP) estavam ausentes da votação.

Anúncios

0 comentário em “Título de Cidadão Conquistense entregue hoje. Ministra Damares ficou fora, vice-presidente Mourão entrou

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: