Anúncios

Polícia Civil prende assassinos de Hiago. Um deles usou o carro da vítima para passear com a namorada


Após 48 horas ininterruptas de diligências, a Polícia Civil de Vitória da Conquista prendeu em flagrante ontem (9) Rodrigo Porto Oliveira Silva, vulgo Playboy, de 22 anos, e Alexandre Cruz Brito, vulto Parckr ou Xande, de 21 anos, autores confessos do assassinato do estudante de Odontologia e motorista de aplicativo Hiago Evangelista Freitas, de 24 anos. Os dois roubaram o carro de Hiago, depois o mataram, queimaram o corpo e o deixaram no mato, perto do distrito de São Sebastião.

Ambos foram autuados em flagrante pelos seguintes delitos: latrocínio e ocultação de cadáver, sendo que Rodrigo também responderá pelos crimes de associação ao tráfico de drogas, adulteração de sinal identificador e posse ilegal de munição.

ENTENDA O CASO

Na quinta-feira (7), por volta das 13h30, familiares de Hiago Evangelista procuraram a Polícia Civil de Vitória da Conquista para noticiar o desaparecimento do jovem, que estaria fazendo transporte de passageiro quando deu a última notícia a sua namorada, na noite da quarta-feira (6). Imediatamente, diante da gravidade do fato, equipes iniciaram as investigações, contando com o apoio irrestrito do SI/DEPIN/SSA, da Polícia Federal.

Com a utilização de buscas técnicas, a Polícia Civil conseguiu localizar, na manhã da sexta-feira (8), o corpo de Hiago parcialmente carbonizado e, poucas horas depois, foi noticiado por populares o local onde o veículo estava abandonado. Perícias foram realizadas nos locais onde foram encontrados o corpo e o veículo. Inclusive, a Polícia Militar utilizou um cão farejador à procura de pistas para auxiliar na investigação.

Incessantemente, as equipes da Polícia Civil continuaram as buscas pelos autores e ontem, por volta das 06h00, prepostos da Polícia Civil localizaram Rodrigo Porto Oliveira Silva, que confessou sua participação no crime. Na residência dele foram arrecadados diversos objetos pessoais da vítima, como documentos, cartões de banco, chave do veículo e o celular, bem como um simulacro de arma de fogo. Interrogado, confessou que o crime havia sido premeditado.

Junto com o autor Rodrigo, foi conduzida sua namorada, a qual confessou que tomou conhecimento do fato no dia posterior ao desaparecimento de Hiago, alegando que não denunciou o namorado por medo de vingança.

Sobre o crime, os autores apresentaram versões divergentes em relação apenas a quem arquitetou o crime, certo é que decidiram matar a vítima antes mesmo de iniciarem a viagem, relatando com detalhes a execução do crime.

Rodrigo e Alexandre relataram que após a saída de Vitória da Conquista anunciaram o assalto à vítima, utilizando um simulacro de arma de fogo. Hiago foi imobilizado e levado para o local onde foi executado com facadas e teve o corpo parcialmente carbonizado. Os coautores alegaram que temeram ser denunciados pela vítima e por isso a assassinaram.

Na divisão dos bens roubados, Alexandre ficou com R$ 300,00 e Rodrigo ficou com o mesmo valor, mais o veículo, documentos, cartões e celular. Rodrigo utilizou o veículo para passear com a sua namorada no dia seguinte, deslocando-se para vários bairros da cidade, mesmo sabendo que a polícia já procurava por Hiago e o veículo.

Na noite posterior ao dia do crime, após a grande repercussão social causada pelo assassinato de Hiago, Rodrigo resolveu deixar o veículo roubado nas proximidades da sua residência, após adulterar as placas com fita adesiva, sendo que o rolo de fita utilizado também estava na residência dele.

Anúncios

One thought on “Polícia Civil prende assassinos de Hiago. Um deles usou o carro da vítima para passear com a namorada

  1. A polícia deveria vterborenfifo eles no mesmo lugar que eles prenderam Hiago. Axerkanaxque vem já estão nas ruas fazendo a mesma coisa, pois a impunidade é o combustível do crime.

Deixe uma resposta para Sandoval Cancelar resposta

%d blogueiros gostam disto: