Anúncios

Prefeitura de Conquista consegue R$ 18,4 milhões pela folha. Itaú paga 110% a mais do que o previsto



O pregão presencial para escolha da instituição bancária que vai processar e operacionalizar a folha de pagamento dos servidores da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista deu um resultado muito além do esperado. Inicialmente cotados em R$ 8,5 milhões, os dois lotes foram arrematados pelo Banco Itaú, por R$ 18.400.000,00, 110% acima do valor mínimo. O banco pagou R$ 9.330.000,00 pelo lote 1, da Secretaria de Educação, que tem 4.192 servidores (incluindo cargos em comissão e temporários) e teve uma folha de salários bruta de R$ 13.393.645,74 em outubro. Pelo lote 2, que abriga todas as demais secretarias, o Itaú vai desembolsar R$ 9.070.000,00. Em outubro eram 4.549 servidores e a folha bruta chegou a R$ 14.829.539,06.

Na matéria anterior, o BLOG informou que, com a soma do valor arrecadado no pregão presencial da folha de pagamento e a parte da cessão onerosa do pré-sal que cabe ao município (R$ 4.959.160,54), o prefeito Herzem Gusmão contaria com cerca de R$ 14 milhões livres para investimentos já no começo do próximo ano. Mas, com os valores finais a serem pagos pelo Itaú pelo direito de operacionalizar o pagamento dos salários dos servidores, a conta sobe para R$ 23.359.160,54, valor praticamente igual a tudo o que a Prefeitura gastou em obras este ano.

Com mais os quase R$ 100 milhões dos três empréstimos do Finisa (R$ 60 aprovados no mês passado pela Câmara, mais R$ 35 milhões que ainda restam do anterior), Herzem terá cerca de R$ 123 milhões livres para investimentos. Por meio da secretária de Comunicação, Maria Marques todo o recurso será aplicado em obras nos bairros e na zona rural. “A cidade vai receber o cuidado que merece”, assegurou.

O pregão presencial para escolha do banco que vai operacionalizar o pagamento dos sevidores da Prefeitura de Vitória da Conquista ocorreu nesta quinta-feira (28), entre as 9 e as 17 horas.

Anúncios

Comente

%d blogueiros gostam disto: