Ministra Damares libera recurso para concluir obra em Conquista e diz que inauguração não terá conflito


No início desta semana, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, divulgou em sua página no Facebook um vídeo em que anuncia a liberação de mais de R$ 15 milhões para a conclusão das obras da Comunidade de Atendimento Socioeducativo (Case) que está sendo construída em Vitória da Conquista. As Cases recebem adolescentes entre 12 e 18 anos que tenham cometido infração à lei. No local, eles cumprem medida socioeducadiva de internação pelo período máximo de três anos e aguardam a decisão judicial em internação provisória.

No vídeo gravado por Damares Alves, que teve mais de mil comentários e quase oito mil compartilhamentos, a ministra mostra a ordem de pagamento e diz que os executores da obra garantem que o valor é suficiente para terminar os serviços. Ela marca a entrega do equipamento para o mês de abril.

Damares Alves explica que os recursos são oriundos de multa de R$ 100 milhões paga pela Petrobras em razão da Lava Jato, que foi dividida para atender demandas do ministério em vários estados. A maior parte R$ 67 milhões serão empregados em obras semelhantes nos estados de Santa Catarina e Minas Gerais. O restante para conclusão dos centros em Alfenas (MG), Vitória da Conquista e Palmas (TO). Outros R$ 50 milhões serão aplicados, segundo a ministra, na construção de centros de atendimento social no estado do Rio de Janeiro.

RUI COSTA

A Casa também foi assunto do programa Papo Correria, do governador Rui Costa, na semana passada. Rui disse que a obra está em fase de conclusão e que pretende inaugurar no começo do ano. Em julho, quando esteve em Vitória da Conquista e faz uma visita ao equipamento, o governador falou em inauguração em janeiro.

“Vamos concluir a obra, que está bastante acelerada, e licitar a gestão desse equipamento que vai dar dignidade e ajudar a recuperar os nossos adolescentes que cometeram algum tipo de infração. Trata-se de um centro socioeducativo, que vai atender toda a região sudoeste, utilizando a tecnologia para educar, treinar, capacitar e reinserir esses jovens na sociedade.”, destacou Rui no Papo Correria.

Com capacidade para receber 90 internos, em uma área de 22 mil metros quadrados, a Case é um investimento de R$ 22,3 milhões, de convênio dos governos federal e estadual. As obras vinham sendo tocadas com aporte de recursos do Estado.

Diante das manifestações do governador, falando em inaugurar no começo de 2020, e da ministra, falando em abril, o BLOG lembrou da polêmica do Aeroporto Glauber Rocha, construído pelo governo da Bahia, como a Case, com recursos federais, como a Case, que tem previsão de inauguração pelo governo estadual e pelo governo federal, como o aeroporto.

SEM CONFLITO

Tentamos obter alguma informação mais detalhada do estágio da obra e previsão de conclusão e inauguração com a assessoria de comunicação do governador Rui Costa que informou ter encaminhado a demanda do BLOG para a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos e Fundação de Apoio à Criança, que fariam contato. Mas, não ocorreu.

Procuramos, também a ministra Damares Alves, que, por WhatsApp, garantiu que não há qualquer dificuldade para ajuste da agenda de inauguração. Para ela, não há nenhum problema. Mas, explicou que citou abril para dar o maior prazo. “Dei o prazo até abril porque, de fato, eles me disseram que inauguram no início do ano, mas eu não tenho certeza de que esse pessoal entregue no início do ano. A gente está acostumada com isso, eles dão uma data, mas acabam protelando. Vamos ver se conseguem cumprir. Mas, para eu não ser cobrada depois, já joguei lá para abril”.

Ela assegura que não há conflito. “Estamos lidando com vidas de crianças, os gestores já estiveram comigo, a conversa foi muito boa, os parlamentares têm muito interesse nessa obra e estou acompanhando de perto. Acho que não vai haver nenhum conflito de agenda e essa inauguração a gente vai fazer no tempo certo. Nós não podemos esperar mais, já demorou demais muito, muito, essa obra aí”, disse a ministra.

Para ver o vídeo em que a ministra Damares Alves anuncia a liberação do dinheiro clique aqui.


FOTOS: ELÓI CORREIA/SECOM GOVBA

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente