Ainda sem números oficiais, presidente da CDL crê que vendas em Conquista superaram Natal passado


A presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Sheila Lemos, disse que um levantamento dos resultados das vendas no comércio de rua de Vitória da Conquista será feito logo após as festas de final de ano. “O comércio ainda está bem movimentado para o final do ano e a maioria dos lojistas só poderá informar como foram as vendas de Natal no dia 2 ou 3”, explica Sheila. Mas, ela adianta que, por experiência da sua empresa (Lojas Nacional) e de outras ligadas à família, o resultado de 2019 supera o de 2018. “Vendemos mais e percebemos um maior entusiasmo de compradores e de lojistas”, disse.

Para Sheila, o comércio vem dando sinais de recuperação e uma demonstração disso é que o setor teve saldo positivo de empregos em outubro e novembro, tendo sido a atividade que mais gerou empregos de carteira assinada nos dois últimos meses, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

“A princípio só posso falar por nós, da Nacional, e por alguns colegas que já comentaram conosco. Claro que, no geral, há situações muito positivas, outras nem tanto, mas a nossa experiência nos permite acreditar que o comércio alcançou números melhores neste Natal”, reitera. Sheila Lemos diz que a temporada de liquidações, que acontece em janeiro, vai ajudar ainda mais. “É uma oportunidade para os consumidores, que encontrarão produtos de qualidade a preços bem mais baixos, e para os lojistas, que poderão aumentar o volume de vendas em um mês não tão bom quanto os anteriores e se capitalizar para a renovação de estoques”.

Sheila destaca o clima natalino que se instalou em Vitória da Conquista este ano como fator que pode ter contribuído para uma maior movimentação no comércio. “A cidade ficou mais viva, mais iluminada, o Natal ganhou um upgrade este ano, desde a iluminação, até a programação nas praças e no Espaço Glauber Rocha. Isso nem sempre é reconhecido por todos, mas é um investimento que ajuda a formar um clima, um sentimento melhor, que estimula as pessoas a desejarem ter uma festa mais bonita, mais animada, com troca de presentes, uma mesa com mais coisas. Isso é bacana”, finalizou.

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente