Anúncios

Herzem Gusmão vai a ministro em busca de aumento do financiamento para a Saúde

Para reivindicar a implantação do Programa Saúde na Hora e o aumento do teto de Financiamento da Média e Alta Complexidades (MAC) do SUS para Vitória da Conquista  o prefeito Herzem Gusmão e o Secretário Municipal de Saúde, Alexsandro Nascimento, estiveram com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, na terça-feira (18), em Brasília.

O prefeito apresentou ao ministro um panorama da saúde do município e a necessidade de ampliação dos recursos. Com a efetivação do aumento do teto MAC, vai ser possível aprimorar os serviços já existentes mantendo a qualidade desejada pela Prefeitura de Vitória da Conquista. Ao mesmo tempo, vai ser possível ampliar ainda mais o escopo de serviço e a capacidade de oferecer à população uma quantidade maior de procedimentos, cirurgias, internações, exames laboratoriais e de imagem. Além de aperfeiçoar serviços próprios como a Policlínica CEMAE, CAPS, SAMU 192, que estão no âmbito da Média e Alta Complexidade.

“O ministro Mandeta tem dispensado uma importante atenção à Vitória da Conquista. Por intermédio do deputado federal Elmar Nascimento, conseguimos no Ministério da Saúde aprovar a adesão do Programa Saúde na Hora, que já vamos implantar em cinco unidades e recebemos, anda, a confirmação de que a portaria ministerial para o aumento de teto MAC está pronta para ser publicada. Ou seja, é mais recurso para a Saúde e mais bênçãos para Vitória da Conquista”.

O Programa Saúde na Hora é uma inovação dentro da estratégia de Saúde da Família que vai estender o horário de funcionamento da unidade durante um período ininterrupto. “Vamos funcionar de 7h00 da manhã até as 22h00. Isso vai impactar no número de atendimentos, pois vamos aumentar a oferta de consultas de pré-natal, vacinação, preventivo de colo de útero e ações de prevenção coletiva, porque a unidade vai ficar aberta à comunidade durante todo o período”, explica o Secretário Municipal de Saúde, Alexsandro Nascimento.

As Unidades de Saúde da Família Solange Hortélio, Conveima, Urbis VI, Urbis V e Vila Serrana vão ser contempladas para receberem o programa. Ainda segundo o secretário, as unidades de Saúde vão ser preparadas para iniciarem o programa, pois o projeto exige adequações na estrutura física das unidades, no quantitativo e horário das equipes, bem como preparo do estoque de material e medicamentos. A Unidade de Saúde da Família Solange Hortélio será a primeira a receber a implantação do programa.

A publicação da portaria depende da liberação do orçamento de 2020. O estudo entregue ao Ministro será analisando e, em breve, terá uma definição sobre o aumento desse incremento anual do teto MAC. O processo será acompanhado de perto pela gestão municipal.


COM TEXTO E FOTO DA SECOM/PMVC

Anúncios

Comente

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: